A Barra da Tijuca recebe o Oi STU Open de 14 a 18 de novembro de 2018

O evento será realizado na Praça Duó na Zona Oeste do Rio de Janeiro
 

O maior evento de skate da América Latina será realizado durante cinco dias de Oi STU Open. Neste período, serão realizados os treinos oficiais na quarta e quinta-feira (14 e 15/11), na sexta e no sábado (16 e 17/11) serão disputados o Oi STU Latin America e as semifinais, com transmissão ao vivo do Globoesporte.com, e no domingo (18) serão realizadas as finais, com transmissão ao vivo pelo canal SporTV.

 

 

Nomes como Pedro Barros (heptacampeão mundial), Pedro Quintas (líder do ranking brasileiro), Yndiara Asp, Alex Sorgente, Leticia Bufoni, ganhadora de sete medalhas nos X Games, sendo três ouros, duas pratas e dois bronzes; Kelvin Hoefler, pentacampeão mundial de Street pela  World Cup Skateboarding (WCS), campeão da Street League Skateboarding (SLS) e campeão do X Games; Felipe Gustavo, vice-campeão do Tampa PRO 2018 e skatista da Street League Skateboarding (SLS), Pâmela Rosa, líder do ranking brasileiro, além de bicampeã mundial da World Cup Skateboarding, dona de quatro medalhas nos X Games já estão confirmados.

 

 

Como em todas as etapas do STU Qualifying Series, o Oi STU Open não se resume somente a uma competição esportiva. Simultaneamente às disputas, o STU Music promoverá um grande festival de música urbana, sob comando do DJ Tamenpi,  que vai estar nas pick ups, além de ser o responsável pela curadoria musical do evento, que terá shows do Garage Fuzz, Metá Metá, Bia Ferreira, BK, Síntese, Orquestra Brasileira de Música Jamaicana, Black Mantra com BNegão e Kamau com a participação do Parteum; na Oi STU House, hub de conexão e interação do público com o universo do skate e cultura urbana, haverá oficina de silk, desenho, grafite etc.

 

 

Na STU Gallery, vai rolar uma exposição inédita e instalações artísticas exclusivas STU do renomado artista TOZ que assina toda a identidade visual do evento; a STU Store trará a moda trabalhada nos eventos como conteúdo.

 

 

O STU Hangout, complexo gastronômico e de lazer, com as mais diversas opções de comidas e bebidas que fazem sucesso no cotidiano do skate e da cultura urbana, estará à disposição do público. Além do STU Skatável, uma área com obstáculos modulares, que vai permitir que todo mundo possa praticar manobras e se divertir em cima do skate.

 

 

Na quarta-feira (14), às 10h, haverá o lançamento oficial do DUÓ SUPERPARK, pista de nível olímpico na modalidade Park, com a presença de Pedro Barros, que recentemente conquistou o título mundial de Park, Bob Burnquist, atual presidente da CBSk e grande nome do skate mundial, Nilo Peçanha, que contribuiu para a construção da pista, Yndiara Asp, campeã brasileira e melhor brasileira classificada no ranking mundial de Park, Vitória Mendonça, campeã brasileira de Street e moradora do RJ, além de Diogo Castelão, sócio da Rio de Negócios, empresa idealizadora da plataforma STU, Bruno Pires e Sylvio Azevedo, sócios da Rio Ramp, empresa que executou a obra da pista, Rodrigo Castro, subsecretário de eventos da cidade do RJ, Thiago Pampolha, Deputado Estadual e um dos maiores incentivadores da modalidade no estado, José Ricardo de Brito, Secretário Estadual de Esporte, Lazer e Juventude e Bruno Cremona, gerente de patrocínio e eventos da Oi, patrocinadora do evento.

 

 

Sobre o Duó SuperPark 

O Duó SuperPark é a primeira pista no Rio de Janeiro pensada para a modalidade Park. Além de padrão olímpico, ela é uma pista mais rápida que as outras e vai possibilitar linhas com velocidade constante. O formato é longitudinal, com paredes que têm entre 3m a 1,80m de altura e sua plataforma é totalmente conectável, o que vai permitir mais fluidez nas sessões.

 

 

A grande surpresa para os skatistas será uma ilha central que conecta os flats da pista, carinhosamente apelidada de Mini Mega, já prevista no projeto, e o Wallride –  uma rampa com parede vertical de 1m, desenvolvida no canteiro de obras pelo Bruno Pires (RRD) e o Bob Burnquist, que fez questão de acompanhar todo o trabalho. Esses obstáculos serão o ponto alto das linhas que serão criadas pelos skatistas no Oi STU Open 18.