A exoneração aconteceu essa manhã

A exoneração aconteceu essa manhã
 

O coronel Gilson Pitta Lopes, que assumiu o comando da Polícia Militar do Estado do Rio em outubro do ano passado em meio a uma crise sem precedentes na história recente da corporação, foi exonerado do cargo na manhã desta terça-feira (7) pelo Secretário de Segurança do estado, José Mariano Beltrame.
O motivo da troca no comando da corporação não foi divulgado pela Secretária de Segurança que, em nota, agradeceu a Pitta "pela seriedade e correção com que conduziu sua corporação desde o início".
"Foram 17 meses de sacrifícios pessoais e de dedicação exclusiva, meses que somam aos mais de 30 anos de carreira a serviço da sociedade fluminense. Que a história do Comandante Pitta sirva de exemplo para os oficiais mais novos da ativa", disse Beltrame na nota.
O comandante geral da PM passa a ser o coronel Mário Sérgio de Brito Duarte, atual diretor-presidente do Instituto de Segurança Pública. Duarte já esteve à frente do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), batalhão da Maré e teve passagens pelo interior do estado.

 

Fonte: Agência Rio

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.