Abastecimento de água no Rio

Abastecimento de água no Rio
 

Durante o fórum “A Água do Rio e o Futuro da Água do Brasil”, que será realizado na sede da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), será lançado, na próxima sexta-feira (3/6), o livro “A Água do Rio: Do Carioca ao Guandu – A História do Abastecimento de Água da Cidade do Rio de Janeiro”. O livro, produzido pela Light, com apoio da Cedae, foi escrito pelo engenheiro José de Santa Rita, um dos maiores especialistas no assunto, que faleceu recentemente. Santa Rita foi conselheiro da “Memória da Cedae” e da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes) e diretor da Sociedade dos Engenheiros e Arquitetos do Estado do Rio de Janeiro (SEAERJ).
Antecedendo o lançamento do livro, o presidente da Cedae, Wagner Victer, fará palestra, às 14h, sobre “Políticas para Conservação dos Recursos Hídricos, onde detalhará os diversos projetos e ações da Cedae em prol da “água do futuro” e da preservação dos principais mananciais que abastecem a companhia.
O livro do engenheiro aborda a história do abastecimento de água na cidade do Rio de Janeiro, antes mesmo de sua fundação por Estácio de Sá. Sob uma visão e pesquisa minuciosas, “A Água do Rio: Do Carioca ao Guandu – A História do Abastecimento de Água da Cidade do Rio de Janeiro” relata a busca permanente de mananciais e de meios capazes de atenderem à demanda de água crescente, em razão do aumento da população, do desenvolvimento urbano e do progresso da cidade. A cada capítulo, o autor narra os momentos de dificuldade e de luta pela água no município, desde o “Poço do Morro Cara de Cão”; a guerra pelas águas do rio Carioca; os arcos e o Chafariz da Carioca; os “Mananciais da Serra”; as “Adutoras de Ferro Fundido”; a “Represa e as Adutoras de Ribeirão das Lajes”; culminando nas grandes obras realizadas a partir da década de 1950, como a construção das adutoras e a “Estação de Tratamento de Água do Guandu”, reconhecidamente, a maior do mundo.
Rica em ilustrações, dentre as quais se destacam mapas, esquemas e fotos da época, a obra evidencia detalhadamente a importância das obras realizadas, dos primeiros chafarizes às grandes adutoras. Portanto, “A Água do Rio: Do Carioca ao Guandu” não é simplesmente uma história do abastecimento de água deste estado, mas é, sobretudo, uma referência ao contexto histórico de cada etapa pesquisada, por meio de documentos de fontes primárias, como decretos, estudos e relatórios técnicos.
Serviço:
 DATA: SEXTA-FEIRA (03/07)
HORÁRIO: 16H
LOCAL: SALÃO NOBRE NA SEDE DA ACRJ, NA RUA DA CANDELÁRIA, 9, 13° ANDAR, NO CENTRO

 

Fonte: Cedae

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.