Acibarra promove palestra com empresários na Barra

Plantão Barra: Av.Ayrton Senna não terá mais semáforos
 
Av.Ayrton Senna não terá mais semáforos
 
Na manhã desta terça-feira, dia 13 de setembro, o subprefeito da Barra, Jacarepaguá e Vargens, Tiago Mohamed, juntamente com engenheiros responsáveis pelas obras da Transoeste  e Transcarioca palestrou no auditório do Casa Shopping com representantes da Acibarra e demais associações locais para os empresários da região da Zona Oeste do Rio. O tema do encontro foram as alterações viárias na região devido as obras dos corredores expressos na região da Barra da Tijuca.
Conforme já noticiado pelo Portal Aib News, atualmente a obra viária da Transoeste é a mais adiantada da cidade. O prazo de entrega à população, de acordo com a prefeitura da cidade, é maio de 2012. O corredor expresso trará inúmeros benefícios viários para a cidade, principalmente para a Barra da Tijuca, sendo uma delas a substituição dos semáforos na Avenida das Américas por passarela de pedestres, a construção de pontes e viadutos. 
 
De acordo com a subprefeitura o trecho que compreende a Avenida das Américas e a Avenida Ayrton Senna é o que vai sofrer as maiores alterações viárias. Entre as intervenções está à construção de dois mergulhões, a princípio seriam três, mas de acordo com estudos da CET-RIO, o projeto do terceiro, que seria construído próximo ao Via Parque, foi substituído por duas alças viárias que vão ligar a Avenida Abelardo Bueno ao Via Parque. Os mergulhões visam eliminar os retornos que tanto causam engarrafamentos na Barra. Também será construída uma nova pista ligando a Linha Amarela a Av. Ayrton Senna e uma ponte estaiada sobre o Canal do Camorim que vai começar na Avenida Ayrton Senna. Parte do canteiro central irá abrigar o corredor do BRT, mas a ciclovia e a vegetação serão realocadas, também não será removido o monumento do Pan, que está localizado na Av. Abelardo Bueno. 
 
Subprefeito da Barra e de Jacarepaguá, Tiago Mohamed lembra que a Transoeste vai  melhorar a qualidade do trânsito na Barra e toda região, facilitar o tráfego de veículos, diminuir o tempo de trajeto para deslocação entre bairros próximos. Ele também ressalta que como em toda obra, é necessário passar por alguns sufocos até que se chegue ao resultado final.  “Estas intervenções viárias, principalmente a Transoeste, não são apenas uma questão de cumprir requisitos para as Olimpíadas. Esta obra está projetada há bastante tempo, mas com o crescimento da Barra e do Recreio, o corredor se tornou mais do que necessário”, declarou Mohamed, que também acrescentou que em 30 anos a cidade do Rio de Janeiro não via tantos investimentos, principalmente em transporte público.
 
Já o corredor TT, também chamado de Transcarioca, cujo custo aproximado é de R$ 1,3 bilhão, foi dividido em dois lotes de obras, a serem concluídos em três anos. As obras na Barra estão em andamento próximo a Cidade da Música e ao Via Parque, elas compreendem o primeiro trecho que abrange a Barra da Tijuca, diversos bairros da zona oeste e bairros da zona norte, de 28 km e o corredor T5 que terá ao todo 39 km e transportará cerca de 400 mil passageiros por dia. A expectativa da prefeitura é de uma redução de 60% no tempo gasto no trajeto entre a Barra e a Ilha do Governador, passando por bairros da zona norte como Madureira e Penha. Assim como a Transoeste vai eliminar os semáforos das Américas, a Transcarioca vai eliminar os sinais de trânsito da Ayrton Senna.
 
Os demais corredores a serem construídos na cidade são: a Transolímpica e a Transbrasil. A Transolímpica está sendo licitada e será uma das obras que vai compreender o maior número de desapropriações, o que irá dificultar os trabalhos iniciais e a Transbrasil está em fase de planejamento. 
 
No encontro também foi abordada a questão do calçamento no Recreio dos Bandeirantes, de acordo com a subprefeitura esta questão também depende das concessionárias de serviços, como: Light e Cedae que também estão realizando reestruturação no local. 
 

Fonte: Plantão Barra: Graça Paes

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.