Ações da Operação Lei Seca terão bafômetro descartável neste Carnaval

Agentes farão ações de conscientização aos foliões durante os dias da festa
 

Com bafômetros descartáveis, bolas infláveis, adesivos e ventarolas (leque de papel rígido), agentes da Operação Lei Seca, da Secretaria de Estado de Governo do Rio de Janeiro, farão ações de conscientização aos foliões neste Carnaval. A campanha educativa, para mostrar que álcool e direção não combinam, será realizada em blocos de ruas e no Sambódromo, desta quinta-feira (07/02) à quarta-feira de Cinzas (13/02). E na Lagoa Rodrigo de Freitas, boias-blimps vão brilhar com a marca da OLS.

 

 

– Não basta fiscalizar, é preciso conscientizar a população dos efeitos maléficos do álcool e direção para que haja mudanças efetivas e um número cada vez menor de mortes e acidentes devido à essa mistura – explica o coordenador da OLS, major Marco Andrade.

 

 

Bafômetros descartáveis

 

A OLS vai usar cerca de 20 mil bafômetros descartáveis nos blocos de Carnaval, como parte das ações de educação. Os foliões poderão soprar no aparelho e, se o resultado para alcoolemia for positivo, eles terão certeza de que não podem dirigir. Esta ação não tem caráter punitivo, uma vez que a pessoa não estará ao volante.

 

 

– Vendo o resultado no bafômetro, a pessoa vai ter ideia de que realmente o que ela bebeu faz diferença no organismo e, por consequência, na sua capacidade psicomotora para dirigir – diz o major Marco Andrade.

 

 

A ação com bafômetros descartáveis será realizada por 33 agentes que sofreram acidentes de trânsito devido à mistura de álcool e direção e hoje são cadeirantes. Junto com uma equipe de coordenadores, eles vão conversar com os foliões sobre como é possível se divertir sem colocar em risco a própria vida ou a de outros. Também serão distribuídos adesivos e ventarolas da OLS.

 

 

Homens Balão

Dois grupos de 11 agentes vão invadir seis blocos nesse Carnaval vestidos com o balão característico da Operação Lei Seca. Eles vão distribuir adesivos da OLS e ventarolas para lembrar que a mistura de álcool e direção resulta em acidentes, muito deles fatais.

 

 

Boias-blimps

Para chamar a atenção dos moradores e turistas no Rio, a Operação Lei Seca vai iluminar com oito boias-blimps a Lagoa Rodrigo de Freitas, um dos postais da cidade. As boias são feitas de lona plástica e tem o slogan da operação. Cada uma tem 5 metros de diâmetro.

 

 

Elas ficarão flutuando no espelho d’água desta sexta-feira (08/02) à segunda-feira (11/02), em oito pontos próximos às Avenidas Epitácio Pessoa e Borges de Medeiros.

 

 

Bolas balão

Uma ação que fez sucesso em 2012 e vai voltar intensificada neste Carnaval é o uso de bolas infláveis com o slogan da OLS. Os balões serão jogados em meio aos blocos e vão passando de mão em mão na multidão. Serão cerca de 30 em 2013.

 

 

Para o major Marco Andrade, a expectativa é que, com as mudanças na Lei Seca, que já estão em vigor, haja maior conscientização da população e menos acidentes causados pelo álcool e volante.

 

 

– Neste momento, temos uma legislação mais dura. Estaremos presentes para cumprir nosso papel e proporcionar maior segurança a todos. O que esperamos é que a sociedade se adapte e que, ao final do Carnaval, possamos ter um número menor de acidentes e vítimas, bem como uma quantidade menor de pessoas dirigindo sob a influência do álcool – ressalta.

 

 

Fiscalização Intensa

Além das campanhas educativas, a fiscalização da Operação Lei Seca será intensificada entre esta quinta-feira (07/02) e a quarta-feira de Cinzas (13/02). As blitzes serão realizadas em áreas próximas aos blocos, ao Sambódromo e nas principais vias públicas, contando com 250 agentes, distribuídos em 14 equipes, entre funcionários da Secretaria de Governo, da Polícia Militar e do Detran. Ao todo, a OLS realiza nos dias de Carnaval 100 ações, sendo 36 de educação e 64 de fiscalização, na Capital e Região Metropolitana e interior.

 

 

Balanço da Operação Lei Seca

A Operação Lei Seca é uma campanha educativa e de fiscalização, de caráter permanente, lançada em março de 2009, pela Secretaria de Estado de Governo do Rio de Janeiro. Desde então, até a madrugada desta quinta-feira (07/02/2013), 1.032.358 motoristas foram abordados, 196.977 foram multados, 41.198 veículos foram rebocados e 83.542 motoristas tiveram a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida. Os agentes realizaram 901.361 testes com o etilômetro. Deste total, 6.567 condutores sofreram sanções administrativas e 2.496, criminais.

 

Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.