Adesão obrigatória à Nota Carioca

Adesão obrigatória à Nota Carioca
 

A Prefeitura do Rio adiou para o dia 1º de novembro o prazo da obrigatoriedade de emissão da Nota Carioca, a nota fiscal eletrônica do município do Rio de Janeiro, pelos prestadores de serviço com receita bruta em 2009 inferior a R$ 240 mil. Com o novo prazo, agora improrrogável segundo a Secretaria de Fazenda, as pequenas e médias empresas terão mais tempo para se adequar ao sistema que está sendo implantado em toda a Cidade.

“Fomos sensíveis às solicitações para alteração no prazo da obrigatoriedade por entendermos que os pequenos empresários precisavam de um tempo maior para implantar o sistema em seus negócios. Além disso, vamos manter o calendário de palestras informativas ao longo dos próximos dois meses”, explica Eduarda La Rocque, Secretária Municipal de Fazenda.

Até o final do mês, a Prefeitura pretende detalhar os benefícios que serão concedidos aos consumidores que exigirem a Nota Carioca nos estabelecimentos e se cadastrarem no site. Eles passam a valer agora também a partir de 1º de novembro.

A Nota Carioca, emitida via internet, é um instrumento que visa facilitar o dia-a-dia dos empresários – já que  reduz os custos de emissão e armazenagem do documento –  melhorando o ambiente de negócios para todos. As empresas se beneficiarão acima de tudo com a concorrência mais justa entre prestadores de serviço. Foram emitidas até agora através do sistema aproximadamente 5 milhões de notas por cerca de 31 mil prestadores de serviços cadastrados.

As próximas palestras oferecidas pela Secretaria Municipal de Fazenda acontecem nos dias 9 e 16 de setembro na sede da Prefeitura na Rua Afonso Cavalcanti 455, Cidade Nova. Mais informações e inscrições pelo site da Nota Carioca .

Fonte: Secretaria da Fazenda

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.