Afroreggae forma 150 jovens

Afroreggae forma 150 jovens
 
Na última sexta-feira (10/09), cerca de 150 adolescentes que participaram das oficinas do Afroreggae comemoraram o encerramento do curso que aconteceu de janeiro a setembro de 2010. Eles participaram das oficinas de teatro, percussão, circo e grafite. A parceria com o Degase e a Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro (Seeduc) vem acontecendo desde de março de 2008.
 
A parceria com o Grupo Cultural AfroReggae garante oficinas de percussão, teatro, grafite, esportes coletivos (basquete de rua e futebol de salão) e circo para jovens acautelados no Instituto Padre Severino (IPS), Escola João Luiz Alves (EJLA), Educandário Santos Dumont (ESD), Centro de Atendimento Integrado de Belford Roxo (CAI-Baixada) e Educandário Santo Expedito (ESE). O evento foi uma espécie de formatura para a última turma de adolescentes que participaram desses cursos.
 
A comemoração foi divida em duas festas, a primeira com a participação dos alunos do ESD, EJLA, IPS e CAI-Baixada (percussão, teatro, grafite e circo), que aconteceu no auditório da Escola João Luis Alves. A outra festa aconteceu no ESE e contou com os adolescentes das oficinas de percussão e esportes coletivos. Ambas contaram com a presença de servidores e das famílias dos jovens.
As meninas do Educandário Santos Dumont abriram a festa com a apresentação de uma esquete emocionante baseada no poema “Metade”, de Oswaldo Montenegro. Já o encerramento ficou a cargo de todos os alunos da oficina de percussão e também do grupo Nova Era, que, juntos, fizeram uma bela apresentação improvisada.
 
Como parte das comemorações, todos os adolescentes receberam uma “carta aberta” com uma mensagem de incentivo e agradecimento. Segundo o coordenador do projeto, Betho Pacheco, o trabalho no Degase é muito importante e desafiador, além de estimulante e gratificante.
A Coordenadora Especial de Unidades Escolares Prisionais e Socioeducativas da Seeduc, Maria Ângela de Souza Netto, fez questão de mostrar sua impressão sobre o trabalho do Afroreggae no Novo Degase e deixar um recado para os formandos.
 
– Vendo as apresentações, percebi que esse projeto ultrapassa barreiras. É um trabalho de parceria, cooperação e integração. Que essas oficinas sirvam para que vocês percebam o tamanho do potencial que possuem.
 
Além de Maria Ângela, também estiveram presentes o Chefe de Gabinete da Secretaria de Estado de Educação, José Ricardo Sartini, o diretor do Novo Degase, Alexandre Azevedo, e sua chefe de gabinete, Lilian Alves.

Fonte: Novo Degase

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.