Aprovação do processo de impeachment teve buzinaço em Copacabana, RJ

Carocas apoiaram a decisão da votação
 

No domingo, dia 17 de abril, desde o início da tarde, as pessoas ficaram em volta de telões, para assistir à votação, na orla de Copacabana, na Zona Sul do Rio. Quando a oposição atingiu o voto número 342, os manifestantes comemoraram pulando, gritando e se abraçando, inclusive com a queima de fogos de artifício.

 

 

A agência Brasil entrevistou alguns manifestantes, como a veterinária Carolina Cardoso Mendes Carvalho, que justificou a derrota do governo.  “É justo ela ter perdido esta. Ela fez muita pedalada fiscal [como ficou conhecido o atraso no repasse de recursos para bancos públicos]. A questão não se encerra [com o impeachment], nós temos que fazer uma reforma política. Eu quero Cunha fora [Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados], Temer fora [vice-presidente], todo mundo fora”, disse.

 

 

O advogado César Augusto Oliveira também aprovou a aprovação da abertura do processo de impeachment na Câmara. “Esta derrota foi merecida. O país está mergulhado no caos, um desgoverno total, e realmente ela cometeu crime fiscal. Você, como pai de família, gastaria mais do que pode? Isto serve de lição para todos os governos futuros. O Temer também está sendo investigado e vai responder: se for inocente será absolvido, se for culpado vai responder pelos seus crimes”, disse César Augusto.

 

 

O vendedor ambulante Luís Cláudio Nascimento Costa foi outro que concordou com o resultado, pois Dilma teria desajustado a economia herdada de Lula, segundo ele. “Ela pegou a casa arrumada. O Lula deixou tudo arrumado e ela bagunçou. Eu não sou contra o PT, sou contra o governo dela. O governo do Lula foi bom”, disse Luis Cláudio.

 

 

Após o voto decisivo, a multidão começou a se dispersar pelas ruas de Copacabana, onde pessoas vestindo verde e amarelo abanavam bandeiras do Brasil, que também podiam ser vistas em carros, que passavam buzinando, celebrando o resultado.

 

Rio de Janeiro - Manifestantes favoráveis ao impeachment da presidenta Dilma Rousseff, reunidos na orla de Copacabana, acompanham a votação na Câmara dos Deputados exibida em telões. (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Fernando Frazão/Agência Brasil

 

 

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.