Aumento da produção industrial

Aumento da produção industrial
 
O aumento da produção industrial em agosto foi mais disseminado, atingindo quase todos os setores da indústria de transformação, ao contrário do que ocorrera em julho, revela a pesquisa Sondagem Industrial, divulgada nesta sexta-feira, 24 de setembro, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O levantamento mostra que dos 26 segmentos pesquisados, apenas um – borracha – registrou queda na produção no mês passado, quando em julho nove setores haviam assinalado declínio. 
 
Segundo a Sondagem Industrial, a produção da indústria cresceu de 53,4 pontos em julho para 55,1 pontos em agosto, disseminando-se também pelo tamanho das empresas, incluindo as pequenas, todas acima dos 50 pontos. O aumento da produção elevou a utilização da capacidade instalada (UCI), que atingiu 51 pontos, ligeiramente superior ao usual nos meses de agosto. Os dados da pesquisa variam de zero a cem. Valores acima de 50 pontos indicam evolução ou expectativa positiva. 
 
Pelo segundo mês consecutivo, de acordo com a pesquisa, o nível de estoques ficou acima do planejado pelas empresas, com 51,4 pontos. As grandes e médias empresas foram responsáveis pelo indicador de nível de estoque ficar acima do planejado. Ambas registraram 52,3 pontos, enquanto as pequenas empresas, no geral, não tiveram estoques indesejáveis, ao marcarem 49 pontos. 
 
OTIMISMO MENOR  – As expectativas dos empresários continuam otimistas neste mês de setembro. Embora ainda elevado, o otimismo arrefeceu – os índices foram os menores do ano. 
 
As expectativas para os próximos seis meses sobre o aumento da demanda registrou 61,5 pontos, acima da média histórica de 59,9 pontos. As perspectivas de elevação nas vendas acabam puxando as expectativas sobre as compras de matérias-primas, cujo indicador marcou 59,1 pontos em setembro, igualmente acima da média histórica de 55,9 pontos. 
 
Já as perspectivas sobre as exportações estão positivas somente para as grandes empresas, que registraram 54,1 pontos, contra 49 pontos das médias e 49,7 pontos das pequenas. Justamente por causa das grandes empresas, o indicador geral sobre o desempenho das exportações continuou positivo, com 51,4 pontos. 
 
A Sondagem Industrial foi realizada entre 31 de agosto e 21 de setembro com 1.603 empresas, das quais 900 pequenas, 483 médias e 220 grandes.

Fonte: Assessoria

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.