Barreira Fiscal apreende máquinas caça-níqueis

Barreira Fiscal apreende máquinas caça-níqueis
 

Agentes da Operação Barreira Fiscal, da Secretaria de Estado de Governo, apreenderam, na tarde desta terça-feira (13/04), sete máquinas caça-níqueis em Itatiaia, na Região Serrana do Rio. Dois homens foram detidos transportando os equipamentos, que saíram de São Paulo com destino à capital fluminense. O material e os detidos foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal de Volta Redonda.

Por volta das 16h, agentes do Posto Fiscal de Nhangapi, na Via Dutra (Itatiaia), determinaram que o motorista da van placa EBH-8968 (SP) parasse, mas ele desobedeceu e tentou escapar. Imediatamente, policiais militares que trabalham na operação seguiram o veículo e o interceptaram. Os PMs, então, revistaram o automóvel e encontraram as sete máquinas caça-níqueis.

O motorista e seu ajudante disseram ter pego a mercadoria, na manhã desta terça-feira (13/04), em Interlagos (SP) e que receberam R$ 400, cada um, para entrega-la na cidade do Rio. No entanto, não possuíam o endereço do local. Quando chegassem ao Rio receberiam as instruções de onde deveriam entregar os equipamentos. As investigações ficarão a cargo da Polícia Federal.

Lançada pela Secretaria de Estado de Governo em 1º de fevereiro de 2010, a Operação Barreira Fiscal tem como principal objetivo fiscalizar todos os acessos ao Estado do Rio de Janeiro para impedir que mercadorias entrem sem pagar os devidos impostos, além de coibir a circulação de produtos ilegais, como armas e drogas.

Em dois meses de ação, foram aplicados R$ 18.172.586,43 em multas por sonegação de impostos. O valor é 800% superior a tudo o que foi arrecadado em 2008 (apenas R$ 2 milhões) nos postos de fiscalização, e 108,82% maior em relação a fevereiro (R$ 8.702.705,49) – primeiro mês de fiscalização. Com isso, o Governo do Estado pode investir mais em áreas essenciais como Saúde, Educação, Segurança e Infraestrutura.

Em março, 302.731 veículos de transporte de carga foram vistoriados nos 14 pontos de fiscalização – oito fixos e seis volantes. Desses, 3.293 ignoraram a ordem para parar e foram seguidos por agentes das equipes móveis, que não os deixaram fugir. Os motoristas foram interceptados em rotas de fuga e passaram por todo o procedimento de fiscalização. Os agentes retiveram 15.604 veículos, que passaram por um pente-fino e tiveram suas cargas abertas para verificação.

Hoje, a arrecadação estadual média é de R$ 1,5 bilhão por mês. Com a operação, a perspectiva é que passem a entrar nos cofres públicos cerca de R$ 600 milhões a mais por ano. A Operação Barreira Fiscal acontece durante 24 horas, de domingo a domingo e conta com 123 fiscais de renda, 193 policiais militares, 145 agentes da Secretaria de Estado de Governo, 50 agentes fazendários e oito da Receita Federal, além de funcionários do Procon-RJ. Eles atuam nas divisas do Rio com os estados de Minais Gerais, São Paulo e Espírito Santo em oito postos fixos de fiscalização e outros seis volantes.

Fonte: Secretaria de Governo

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.