Botinhos se formam na Barra

Cerca de 934 crianças aprenderam os segredos do mar
 
Na manhã de sexta-feira, 28, um grupo formado por 934 alunos, entre eles, crianças, adolescentes e adultos concluiu o projeto Botinho na praia da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. O curso é voltado para crianças de 7 a 17 anos de idade e existe desde 1964. 
As atividades do Botinho tiveram início em Copacabana, na Zona Sul carioca e hoje já atingem todo o litoral do estado.  Além da Barra, 750 crianças, adolescentes e pais concluíram as atividades do projeto. No Recreio foram 500, em Guaratiba 400 e Sepetiba 300 participantes. Os pais e as mães dos jovens também podem participar do projeto. As mães são chamadas de sereias e os pais de ouriços.  
O projeto Botinho consiste em uma ação do Governo do Estado, junto à Defesa Civil e o grupamento marítimo dos bombeiros, GMAR, que ensina à população, desde cedo a conhecer o mar e seus perigos, além de orientar os participantes sobre técnicas de salvamento. As atividades são realizadas de forma lúdica, agradável e divertida tornando os ensinamentos e o período de aprendizagem numa colônia de férias educativa.
Para o CAP. BM. João Paulo este trabalho é enriquecedor. “Além de ser uma colônia de férias o mais importante é divulgar o trabalho de prevenção. Criança é uma fonte potencial de multiplicação. No Botinho nós ensinamos como o banhista deve se comportar na praia. Como ele agir em caso de afogamento. Além, é claro de integrar crianças de todas as classes sociais, que repassam para seus pais em casa nossos procedimentos”, informou o capitão.
 
Para um dos apoiadores do projeto, Jorge Billoria da empresa BAYWATCH, o projeto tem dois cumes. “A ação social de integração com as crianças, sendo esta a maior colônia de férias educativa do mundo desde 2007. O curso quando começou tinha por objetivo apenas as técnicas de salvamento no mar, mas com o tempo os bombeiros foram agregando a preocupação com o meio ambiente, entre outras coisas”, declarou Billoria.
 
Como ingressar no projeto:
O projeto funciona durante o verão em diversas praias do estado do Rio de Janeiro, e para realizar a inscrição, o responsável pelo menor deve comparecer pessoalmente ao GMAR – Grupamento Marítimo, portando os seguintes documentos:
2 fotos 3X4 
Atestado médico 
Xerox da certidão de nascimento 

Fonte: Fonte: AIB – Plantão Barra – Graça Paes

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.