Brasil na rota de intercâmbio estudantil

Brasil na rota de intercâmbio estudantil
 

Com o objetivo de reforçar a imagem do Brasil como destino de educação internacional para estrangeiros, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e a Belta (Associação Brasileira de Organizadores de Viagens Educacionais e Culturais) irão assinar um Acordo de Cooperação Técnica durante o workshop do ICEF (International Consultants for Education and Fairs), em São Paulo, na quarta-feira (29/).
 
Para o diretor de Produtos e Destinos da Embratur, Marcelo Pedroso, o acordo faz parte da estratégia da Embratur em trabalhar a promoção segmentada. “A assinatura do acordo demonstra o amadurecimento da parceria criada em 2005 entre Embratur e Belta no Programa de Bureaux de Comercialização do Instituto. Essa parceria tem gerado resultados positivos para o incremento da oferta turística brasileira e para a consolidação do Brasil como um destino de turismo de estudos e intercâmbio”. Marcelo Pedroso irá assinar o termo de cooperação com a presidente da Belta, Maura Leão. Para Maura, o acordo entre Belta e Embratur é fundamental para dar sustentação às iniciativas do Study in Brazil – programa do Bureau Brasileiro de Intercâmbio criado para promover a educação brasileira no exterior.
 
O acordo será assinado às 18h15, no Grand Hyatt Hotel, em São Paulo, logo após o treinamento realizado pelo Study in Brazil durante o workshop do ICEF. No treinamento, a técnica da Coordenação de Acompanhamento e Estruturação de Produtos da Embratur, Cintia Cruz, falará sobre o programa Study in Brazil e a estratégia da Embratur na promoção dos produtos brasileiros de turismo de ensino e intercâmbio nos mercados internacionais. Em seguida, a representante da Belta, Ana Faulhaber, irá falar sobre “Infraestrutura e requisitos necessários para a instituição de ensino brasileira receber estudantes internacionais”. Haverá, ainda, apresentação de Priscila Trevisan, do Consulado da Austrália (“Um caso de sucesso: Austrália”), Carlos Robles, da Belta ("Belta e o papel do agente de intercâmbio no mercado de educação internacional") e Karin Florez, da ICEF ("Como o ICEF pode ajudá-lo").
 
 
Para saber mais, acesse www.belta.org.br

 

Fonte: Governo do Rio

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.