Cabral anuncia Pacto pelo Saneamento

Tratamento de Esgoto
 

O governador Sérgio Cabral anunciou que, logo após o Carnaval, o Governo do Estado vai lançar o Pacto pelo Saneamento, um programa elaborado pela Secretaria do Ambiente e pela Cedae para elevar o percentual de tratamento de todo esgoto que é produzido no Estado a 60%. No primeiro mandato, a meta de 30% foi alcançada, gerando um incremento de 10% em todo o saneamento. O prazo para que o índice seja alcançado é de quatro anos. O anúncio foi feito durante a cerimônia de inauguração da Estação de Tratamento Península, na Barra da Tijuca.

Para desenvolver o pacto, Cabral informou que vai mandar para a Assembléia Legislativa (Alerj) uma proposta de emenda constitucional para aumentar a participação do Fundo de Estadual de Conservação Ambiental (Fecam) nos recursos gerados pelos royalties e participações especiais no petróleo de 5% para 10%. Segundo o secretário do Ambiente, Carlos Minc, isso significa passar de R$ 280 milhões para R$ 560 milhões por ano.

Ainda segundo o governador, o Governo do Estado conseguiu nos últimos anos um bom espaço fiscal, o que vai permitir buscar empréstimos no mercado como fonte adicional de recursos para financiar o pacto, entre outras alternativas.

A obra da Estação de Tratamento Península faz parte do processo de despoluição que já vem sendo desenvolvido tanto na Zona Oeste e quanto no restante do Estado.

– Estamos resgatando uma dívida histórica das autoridades com a população do Rio de Janeiro, não só com os moradores da Barra, Recreio e Jacarepaguá. O que estamos fazendo aqui é dar à população do Rio um dos cartões postais mais maravilhosos do mundo. Estamos fazendo o mesmo na Baixada e em São Gonçalo. Recuperar os investimentos em saneamento. Estamos em busca do tempo perdido. Foram décadas em que o Estado cresceu sem cobertura de saneamento básico, que é fundamental para a saúde das pessoas – afirmou o governador durante a cerimônia de inauguração da estação.

A estação de tratamento de esgoto fica no canteiro central da Avenida Via Parque, na Barra e tem capacidade para impulsionar até 450 litros de esgoto por segundo, contribuindo para o progresso de uma área da Barra em crescente expansão imobiliária, tanto residencial quanto comercial.

As obras de saneamento atendem aos compromissos ambientais assumidos pelo Governo do Estado junto ao Comitê Olímpico Internacional (COI) para a escolha do Rio como sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

Estavam presentes o vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, o secretário do Ambiente, Carlos Minc, e o presidente da Cedae, Wagner Viter. 
 

Fonte: Gov Rio

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.