Caixa investe em 33 milhões na cultura

Verba para investimentos culturais
 

Anúncio foi feito durante o lançamento de quatro editais de apoio à cultura no Rio de Janeiro 

A presidenta da Caixa Econômica Federal, Maria Fernanda Ramos Coelho, esteve no Rio para anunciar o lançamento dos quatro editais de apoio a projetos culturais para 2011, com investimentos totais de R$ 33,1 milhões. As inscrições dos projetos acontecem de 26 de abril a 18 de junho.   

Em entrevista coletiva à imprensa, a presidenta da CAIXA informou que esses recursos para a cultura são provenientes da própria empresa, e não de leis de incentivos. Maria Fernanda destacou, como novidade deste ano, a criação do Programa CAIXA de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro, em substituição aos programas de Adoção de Entidades Culturais e de Revitalização do Patrimônio Histórico e Cultural Brasileiro, que vai destinar R$ 3 milhões para patrocínio de projetos de preservação, acessibilidade e divulgação do patrimônio cultural nacional em 2011 e 2012. O valor máximo de patrocínio por projeto será de R$ 400 mil.  

Outra novidade divulgada pela Caixa é a criação de mais três espaços da CAIXA Cultural nas cidades de Recife, Fortaleza e Porto Alegre. Atualmente, a CAIXA Cultural está instalada nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Salvador e Brasília.

 

RECORDE EM HABITAÇÃO  

Durante a coletiva, foram esclarecidas algumas perguntas relativas a temas econômicos, dentre elas a de que a CAIXA deverá lançar até o final do ano um Seguro Saúde, em parceria com empresas que já atuam nesse ramo.  Segundo a presidenta Maria Fernanda, “o projeto está sendo desenvolvido com a seguradora da Instituição, buscando definir o perfil do produto, do público e dos segmentos nos quais vamos atuar”.  

Na ocasião,  também foi informado que a CAIXA deverá registrar recorde em financiamentos habitacionais em 2010, podendo ultrapassar R$ 60 bilhões em volume de recursos até o final do ano. O orçamento previsto era de R$ 50 bilhões para este ano, depois de um resultado de R$ 47 bilhões alcançados em 2009. 

Uma mostra dessa expectativa é de que somente nos quatro primeiros meses de 2010 foram emprestados cerca de R$ 17 bilhões. Desses valores, R$ 10 bilhões foram destinados para financiamentos à classe média; já R$ 7 bilhões estão diluídos entre empréstimos com recursos do FGTS e Programa Minha Casa Minha Vida.  

Outro fator que pode impulsionar o volume de recursos aplicados em habitação são os Feirões da Casa Própria, que acontecem a partir de 13 de maio, em São Paulo,  e no Rio, no período de  20 a 23 de maio de 2010. A presidenta Maria Fernanda informou que os Feirões terão algumas novidades na oferta de imóveis, na composição e na inovação. Imóveis retomados não farão parte do evento em nenhum estado do País. 

O grande volume de acesso ao simulador de habitação da instituição, no site (www.caixa.gov.br), atingindo 18,8 milhões em março, é outro sinalizador de que as expectativas vão se confirmar.  Em março de 2009,  o número de  simulações era de 9 milhões. 

RECURSOS PARA CULTURA  

A presidenta  ressaltou, ainda, a aplicação de recursos regionalizados para incentivar os projetos culturais locais de acordo com cada região do país. “Nossa política de regionalização começou em 2004. Foi uma reivindicação dos produtores culturais para não concorrerem com os projetos dos grandes centros. Visamos  a um acesso mais democrático aos eventos e à destinação dos recursos”, disse Maria Fernanda. Ela exemplificou os valores reduzidos dos ingressos para os espetáculos e eventos apresentados na CAIXA Cultural, que variam entre R$ 5,00 e R$ 10,00.  A presidenta lembrou também do Programa Gente Arteira, que atende 35 mil estudantes, anualmente, com visitas programadas aos Espaços da CAIXA Cultural. Outro ponto importante abordado por Maria Fernanda é que a maioria dos projetos apresentados são constituídos de oficinas, palestras e workshops, com o objetivo de formação de cidadania por meio da arte.                                               

Além do Edital de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro foram lançados também o de Ocupação dos Espaços Culturais da CAIXA, o de Apoio ao Artesanato Brasileiro e o de Festivais de Teatro e Dança. O Programa de Ocupação dos Espaços da CAIXA Cultural investirá R$ 26 milhões na seleção de projetos para os espaços localizados em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Salvador. O valor máximo de patrocínio por projeto será de R$ 300 mil.  

O Programa CAIXA de Apoio ao Artesanato Brasileiro selecionará projetos que visem ao desenvolvimento de comunidades artesãs e à valorização do artesanato tradicional e da cultura brasileira, contemplando várias etapas do processo produtivo. Em 2011, a CAIXA planeja investir no programa cerca de R$ 600 mil, sendo que o valor máximo de patrocínio por projeto será R$ 50 mil.  

Já o Edital de Festivais de Teatro e Dança vai destinar R$ 3,5 milhões para festivais de teatro e dança que acontecerão em todo o território nacional no período de janeiro a dezembro de 2011. O valor máximo de patrocínio por projeto será de R$ 200 mil.  

Projetos realizados em 2010     

A CAIXA investiu, nos últimos cinco anos, mais de R$ 180 milhões na cultura nacional em todos os segmentos artísticos e em todas as regiões do país. Somente em 2009, foram realizados 894 eventos com patrocínio da CAIXA em todo o Brasil. 

Em 2009, o Programa CAIXA de Apoio a Festivais de Teatro e Dança investiu cerca de R$ 3,5 milhões em 56 projetos selecionados, entre 315 projetos inscritos. No Programa CAIXA de Apoio ao Artesanato Brasileiro, 422 projetos foram inscritos e 22 selecionados, com investimento de mais de R$ 500 mil. O Programa de Ocupação dos Espaços da CAIXA Cultural soma quase R$ 25 milhões em investimentos, destinados aos 275 projetos selecionados, entre os 2.721 inscritos.

As informações para a inscrição de novos projetos estão disponíveis no site www.caixa.gov.br/caixacultural a partir do dia 26 de abril.  Este ano, as inscrições serão efetuadas exclusivamente por meio de formulário eletrônico. 

Fonte: Caixa

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.