China organiza feira de educação no Brasil

China organiza feira de educação no Brasil
 
Embora a China seja o maior parceiro comercial do Brasil, intercâmbio educacional entre eles ainda não é expressivo. Para estreitar esse relacionamento e promover as oportunidades nas áreas de graduação, pós-graduação, mestrado, doutorado e MBA, divulgar as melhores universidades chinesas e oferecer informações sobre o processo de concessão de vistos, o Conselho de Bolsas de Estudo da China (CSC), órgão do Ministério da Educação, organizará a China Education Exhibition 2010 – II Feira de Universidades Chinesas no Brasil.
 
No dia 22 (sexta-feira) e 23 (sábado) de outubro, das 9h às 18h, a capital paulista receberá 80 autoridades acadêmicas e governamentais chinesas, representando 26 instituições universitárias. Será a segunda maior delegação acadêmica chinesa a visitar o Brasil. O Embaixador da República Popular da China no Brasil, Qiu Xiaoqi, participará da cerimônia de abertura do evento, no dia 22, às 9h.
A feira será realizada no Memorial da América Latina, no auditório e foyer Simón Bolívar (Av. Auro Soares de Moura Andrade, 644, Barra Funda, São Paulo).
Entre as instituições presentes estão: Beijing Film Academy; Communication University of China; Graduate School of Chinese Academy of Agricultural Sciences; China University of Petroleum (Beijing); Dalian Maritime University; Northeastern University ; Changchun University of Science & Technology e Jilin University (veja abaixo a lista completa).
O evento é realizado pela Câmara Brasil-China de Desenvolvimento Econômico (CBCDE); pelo Instituto Confúcio na Unesp, pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e pelo Memorial da América Latina. Conta com o apoio da Embaixada da República Popular da China no Brasil, do Consulado Geral da República Popular da China em São Paulo e da Associação Chinesa do Brasil (ACB). 
Conselho de Bolsas de Estudo da China
Organização sem fins lucrativos filiada ao Ministério da Educação, o Conselho de Bolsas de Estudo da China (CSC) tem por objetivo promover estatutos e políticas da China e prestar assistência financeira a cidadãos chineses que pretendem estudar em outros países e a estrangeiros que querem estudar na China. Esses intercâmbios têm o intuito de desenvolver trocas culturais, comerciais e econômicas entre a China e outros países, fortalecendo as parcerias e promovendo a modernização do país. O CSC é financiado majoritariamente por recursos de programas escolares da China, mas também aceita doações pessoais, de empresas, de organizações sociais e de outras entidades chinesas e estrangeiras. O CSC é formado por um comitê, encarregado das consultas e dos exames, e por um secretariado, responsável pelas tarefas administrativas. Dentre as atribuições do CSC estão: determinar projetos relevantes a serem assistidos; administrar os intercâmbios multilaterais ou as bolsas unilaterais, entre a China e outros países; administrar questões envolvendo intercâmbio científico e tecnológico entre instituições e indivíduos dentro e fora da China; e fornecer apoio financeiro para projetos educacionais e expandir as fontes de recurso para aumentar a escolaridade chinesa. 
 
CBCDE 
Fundada em junho de 2001, a Câmara Brasil-China de Desenvolvimento Econômico (www.cbcde.org.br) é uma entidade civil de direito privado que visa a promover a aproximação entre entidades governamentais, associações e empresários brasileiros e chineses, visando à consolidação das relações comerciais e culturais entre o Brasil e a China. Em 2005, com o objetivo de proporcionar aos empresários brasileiros e chineses interessados em realizar investimentos na China e no Brasil, respectivamente, o máximo de apoio para o desenvolvimento de seus projetos, a CBCDE tornou-se membro do Conselho para a Promoção do Comércio Exterior da China (CCPIT) e da Câmara de Comércio Internacional da China (CCOIC). 
 
Instituto Confúcio na Unesp
O Instituto Confúcio na Unesp (www.institutoconfucio.unesp.br) é o resultado de um convênio entre a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) e o governo da República Popular da China, em parceria coma Universidade de Hubei. Sua missão é o ensino da língua chinesa, a divulgação da cultura e da história da China e o fortalecimento do intercâmbio cultural e acadêmico entre o Brasil e a China. 

Fonte: Assessoria

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.