Choque de Ordem detém 14 flanelinhas no Centro

Durante a fiscalização, 20 veículos foram rebocados e 25 multados
 
Uma operação Choque de Ordem realizada por agentes da Secretaria Especial da Ordem Pública (Seop), na manhã deste sábado, dia 18, deteve 14 flanelinhas (uma mulher) que agiam nas principais ruas do Centro. Entre os detidos, sete já tinham alguma passagem policial. Todos os flanelinhas foram conduzidos para a 5ª DP (Gomes Freire) e responderão por exercício ilegal da profissão, conforme o artigo 47 da Lei de Contravenções Penais.
O Choque de Ordem, que teve início às 7h, flagrou a ação dos guardadores ilegais na Avenida Presidentes Vargas, na altura da Candelária, e ao longo da Avenida Rio Branco, na esquina com as ruas Buenos Aires, do Rosário, Sete de Setembro, Pedro Lessa, da Alfândega e Evaristo da Veiga.
 
Durante a fiscalização, também foram rebocados 20 veículos e multados outros 25 por estacionamento em local proibido.
– Estamos realizando um trabalho em conjunto com a Polícia Civil para retirar das ruas estes guardadores ilegais que praticam o crime de extorsão intimidando os motoristas – explicou Alex Costa, secretário da Ordem Pública.
Participaram da operação no Centro, 20 pessoas entre agentes da Subsecretaria de Operações da Seop e guardas municipais. Seis reboques da Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamento e Reboques (CFER) da Seop foram utilizados na ação.
Como a ação de guardadores ilegais está relacionada ao ordenamento do espaço público, a Secretaria Especial da Ordem Pública atua em parceria com a Polícia no sentido de coibir esta atividade irregular que contribui também para o estacionamento irregular. Desde janeiro de 2009, início das operações Choque de Ordem, cerca de 1.200 flanelinhas foram retirados das ruas pela Seop.
 

Fonte: Seop

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.