Choque de Ordem no Rock in Rio

Ordem na Cidade do Rock
 

No primeiro fim de semana de Rock in Rio, a operação Choque de Ordem realizada por agentes da Secretaria Especial de Ordem Pública (Seop), com apoio de guardas municipais, apreendeu com ambulantes não autorizados nas vias de acesso e no entorno da Cidade do Rock: 4.017 bebidas diversas, 2.649 capas de chuva, 424 adereços de cabeça, 456 camisas, 233 chicletes, 16 chapéus, 95 saquinhos de iogurte, uma carrocinha de iogurte, 104 canecas personalizadas, 49 óculos, 64 maços de cigarro, 759 pacotes de balas, 5 kg de balas diversas, 16 isopores, seis caixas de incenso, 12 pirulitos, quatro isqueiros, um fagulheiro, dois guarda-sóis, uma mesa, três banquinhos, um carrinho para transportar mercadorias, 1 kg doces, 34 guarda-chuvas, 21 chaveiros, 51 pacotes de biscoito, 2 caixas térmicas, 5 botijões de gás, e 7 relógios. A fiscalização multou 712 veículos e rebocou 95 (seis motos) por estacionamento irregular nas vias de acesso da Cidade do Rock. Durante a ação, guardas municipais prenderam um cambista que vendia ingressos nas proximidades do evento. Ele foi levado para a 42ª DP (Recreio). Um homem também foi detido por guardas municipais e levado para a mesma DP por desacatar os agentes que realizavam a fiscalização.

– O balanço foi positivo neste primeiro fim de semana de evento. É possível as pessoas se divertirem sem que isso comprometa o ordenamento do espaço público e mostrar, assim, que o Rio de Janeiro está preparado para organizar mega eventos como o Rock in Rio. Reiteramos o pedido para que as pessoas utilizem o transporte público. É importante lembrar que não haverá estacionamento no local e nos arredores da Cidade do Rock. Quem insistir em parar em local proibido terá seu veículo rebocado – disse Alex Costa, Secretário de Ordem Pública.
 
A Seop vai atuar até o último dia do Rock in Rio com 402 homens/dia, 40 viaturas e nove comboios, entre Guardas Municipais, agentes do Controle Urbano e subsecretaria de Operações para coibir a ação de ambulantes não autorizados e estacionamento em local proibido na região. Foram montadas 15 barreiras de fiscalização no entorno do evento. A Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (CFER), órgão da Seop, atua com 25 reboques/dia. A CFER, em conjunto com fiscais da Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização (CLF), também está atuando para combater as áreas particulares utilizadas irregularmente como estacionamento clandestino.   
 

Fonte: Seop

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.