Classic 2011 chega ao mercado brasileiro

Classic 2011 chega ao mercado brasileiro
 

Campeão de vendas da Chevrolet, o Classic 2011 chega ao mercado brasileiro neste mês de abril de 2010 com novidades estéticas importantes, que o deixaram ainda mais atual para competir no concorrido segmento de sedãs, no qual o modelo, em seus 14 anos de vida, liderou por 10 anos.
Estas mudanças no visual chegam no momento em que o Chevrolet Classic 2011 comemora seu ingresso no seleto grupo de modelos comercializados no Brasil que superaram a marca de 1.000.000 unidades emplacadas.

Além disso, o Chevrolet Classic deve fechar 2010 como o sedã mais vendido na história da Chevrolet no País e o segundo sedã em toda indústria automobilística nacional. Hoje, ele ocupa a terceira posição, perdendo somente para o VW Sedan (Fusca) e para o Chevette, cuja versão sedã vendeu mais de 1.065.000 unidades, entre 1973 e 1994.

Em 2009 foram emplacadas 108.434 unidades contra 103.828 de 2008, um recorde histórico. O modelo da Chevrolet, que é um fenômeno de vendas em seus 14 anos de vida, registrou no mês de junho de 2009 um recorde histórico mensal de vendas, quando foram emplacadas 12.532 unidades do modelo, o que lhe rendeu a melhor marca já registrada desde dezembro de 1995, quando foi lançado.
"O Chevrolet Classic é um carro com custo-benefício excelente, que atende às necessidades dos clientes, com a vantagem de estar agora ainda mais bonito", observa Jaime Ardila, presidente da GM do Brasil e Mercosul.

José Carlos Pinheiro Neto, vice-presidente da GM do Brasil, salienta que ultrapassar a marca de 1.000.000 de unidades vendidas não é para qualquer um. "O Chevrolet Classic oferece versatilidade, um porta-malas com 390 litros de capacidade e um excelente espaço interno, itens que certamente colaboraram para alcançarmos esta marca", acrescenta.

Mudanças foram implementadas na dianteira e na traseira
O Chevrolet Classic 2011 recebeu importantes mudanças estéticas. Na dianteira, novos faróis, capô com vincos marcantes e para-choque redesenhado e envolvente. Outra novidade é a grade frontal, onde se destaca a gravata dourada na barra cromada. Para completar, as laterais do Chevrolet Classic 2011 ganharam indicadores de direção nos para-lamas dianteiros, na cor cristal, e frisos laterais, retrovisores e maçanetas das portas pintadas na cor do veículo.

A traseira do sedã também foi renovada. As lanternas ficaram mais envolventes e avançam sobre a nova tampa do porta-malas, tornando todo o conjunto mais requintado e atraente. O para-choque também ganhou novas linhas.

Com base nestes aspectos e com as mudanças estéticas, o Chevrolet Classic reforça ainda mais sua presença no mercado nacional. "O Chevrolet Classic continua sendo a melhor opção de custo-benefício e agora, muito mais bonito e moderno", avalia Marcos Munhoz, diretor geral de Marketing e Vendas da Chevrolet.

O Chevrolet Classic 2011 será comercializado em uma única versão, a LS, nos quase 560 pontos-de-vendas da Chevrolet em todo o País. No total, são cinco configurações, desde a básica até a mais completa, que inclui ar-condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros com acionamento elétrico e travas elétricas das portas.

Desempenho está entre os melhores da categoria
O motor 1.0 Flexpower VHCE está entre os melhores da categoria. Ele recebeu recentemente importantes alterações, propiciando mais potência e torque, além de se enquadrar à nova resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama 315/02), que entrou em vigor em 2009.
O Chevrolet Classic 1.0 Flexpower VHCE desenvolve 78 cavalos de potência e tem 9,7 kgfm de torque, quando abastecido com o álcool. Com gasolina, o modelo desenvolve 77 cavalos de potência e oferece 9,5 kgfm de torque.

O sedã da Chevrolet está entre os modelos mais econômicos do mercado. Quando abastecido com gasolina, sua autonomia pode chegar a 900 quilômetros, aspecto muito importante para os consumidores que querem um veículo econômico e com mais comodidade para o seu dia-a-dia.
O Chevrolet Classic possui diversos itens de série, tais como desembaçador elétrico do vidro traseiro, imobilizador eletrônico, vidros verdes, pára-brisa laminado, preparação para som, barras de segurança, entre outros. Ele ainda oferece como opção, ar quente, ar-condicionado, protetor de cárter e direção hidráulica.

Como todos os produtos da Chevrolet, o sedã Classic também oferece uma extensa gama de itens de personalização. Os acessórios do pacote "Estilo" são faróis com máscara negra, protetor de soleira, rodas de alumínio aros 13 e 14 polegadas e lâmpada azul (Blue Vision) para o farol e faróis auxiliares.

Os itens de "Conforto" são a alça de segurança do teto, acendedor de cigarros, cinzeiro, direção hidráulica (para veículos com ar-condicionado), vidros elétricos dianteiros, travas elétricas, alarme com controle remoto, quebra-sol direito com espelho, calha de chuva, geladeira e cabide.
A lista dos acessórios do pacote "Proteção" inclui: adesivos refletivos, tapetes de carpete e borracha e protetor de cárter. Já no que se refere a "Entretenimento", são oferecidos CD Players, alto-falantes triaxiais dianteiro e traseiro de 45W e 60W e GPS.

Classic 2011 é produzido em três das quatro fábricas da GM no Mercosul
O Chevrolet Classic 2011 é o único modelo da Chevrolet com passaporte para três das quatro fábricas da General Motors na Região do Mercosul, ou seja, o veículo pode ser produzido, ao mesmo tempo, em São José dos Campos e São Caetano do Sul, no Estado de São Paulo, e em Rosario, na Argentina.

Isso acontece graças à flexibilidade das unidades industriais da empresa na região, o que significa uma grande vantagem competitiva em relação aos concorrentes.

"O principal benefício desta flexibilidade é que a General Motors consegue responder de forma mais rápida e ágil às demandas do mercado. Com isso conseguimos otimizar a alocação de nossa produção de acordo com o custo de montagem determinado de cada modelo", observa José Eugênio Pinheiro, vice-presidente de Manufatura da GM na América do Sul.

Hoje, a fábrica da GM em São José dos Campos (SP) é capaz de produzir os seguintes modelos: os monovolumes Zafira e Meriva, os automóveis Corsa hatchback, Corsa sedã, Classic e a picape Montana – todos na mesma linha de montagem-, além das picape S10 Cabine Simples e S10 Cabine Dupla e do utilitário-esportivo Blazer, em outra linha. Já a unidade de São Caetano do Sul produz os modelos Chevrolet Astra hatchback, Astra Sedã, Vectra GT (hatchback), Vectra Sedã e também o Classic. "Esta unidade já está preparada para fabricar novos modelos que vêm por aí", acrescenta o executivo.

Rosario, na Argentina, por sua vez, produz o Agile e também o Classic. Devido à grande aceitação do recém-lançado Agile no Brasil, a unidade argentina passou a produzir o Classic apenas para abastecer o mercado local.

José Eugênio Pinheiro salienta que "o Chevrolet Classic é realmente um marco na história da Chevrolet no Brasil, juntando-se a outros clássicos da marca de grande desempenho de vendas".

Fonte: Assessoria

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.