8ª edição do ‘Arraiá do bem’, dia 13 de junho, na Barra

Noca da Portela é o homenageado de festa junina que reúne artistas do Rio e do Nordeste em prol de obras sociais
 

Romulo

Que tal se divertir numa autêntica festa junina, com comidas típicas e música de qualidade apresentada ao vivo por artistas de responsa? E quando a diversão tem por propósito angariar fundos para obras sociais? Pois essa festa existe e chega este ano a sua oitava edição. Trata-se do “Arraiá do Bem”, que acontece, dia 13 de junho, sábado, em Laranjeiras, na Rua Ipiranga, nº 70.

 

 

 

A  venda de ingressos levanta fundos para as obras sociais da Casa de  Francisco de Assis, no mesmo bairro. Durante seis horas, a animação será garantida por atrações musicais como MultiblocoNilze CarvalhoDorina, e por nomes consagrados no Nordeste (Salatiel D’Camarão e Lúcia Menezes etc), convocados por Adriana B, produtora do evento,que também se apresenta ali. Sem falar no homenageado deste ano: Noca da Portela.

 

 

 

O nome “Arraiá do Bem” não é por acaso. A festa foi criada pela cantora pernambucana Adriana B com a finalidade de levantar fundos para as obras sociais da Casa de Francisco de Assis, fundada 40 anos atrás num casarão de Laranjeiras, Zona Sul do Rio de Janeiro. No local funciona a Creche Santa Clara, inaugurada em 1996  e que, hoje, ampara 72 crianças (começou com apenas oito) que recebem tratamento médico, odontológico, terapêutico e pscológico oferecidos por profissionais voluntários. Isso mesmo. A instituição conta hoje com 120 voluntários que atuam ali juntamente com os 33 funcionários contratados. Todos estarão no evento, aliás.

 

 

 

Mas nem tudo é só festa. Zelar pela qualidade dos serviços e pelo bem estar das crianças é uma tarefa hercúlea. A obra social é mantida majoritariamente por doações de pessoas físicas (a prefeitura do Rio cobre o custo de 1/3 de 40 crianças). E é preciso jogo de cintura para pagar as contas. E o Arraiá do Bem é um forte alicerce (literalmente) para a casa. Houve um momento em que o teto quase caiu. Uma ideia seria um divisor de águas para a instituição.

 

 

 

Parte do sustento da casa vinha de bazares promovidos em diferentes pontos da cidade (o da Rua Pinheiro Machado continua firme e forte, por exemplo). No ano de 2007, a loja onde funcionava um dos bazares foi pedida pelo proprietário. Tal pedido representaria uma queda significativa nas arrecadações. Então vivendo no Rio e atuando como voluntária na Casa de Francisco de Assis, a cantora Adriana B sugeriu a realização de uma festa junina para cobrir o buraco aberto com a devolução da loja. Nascia ali o “Arraiá do Bem”. A ideia deu tão certo que persiste há oito anos. Neste ínterim, Adriana precisou voltar a Pernambuco, seu estado natal, mas não abandonou a festa. Não só mantém o posto de produtora musical do evento como, anualmente, traz consigo uma leva de artistas de lá (a lista de participantes está no serviço deste). Festa junina que se preze não pode deixar de ter xote e baião, entre outros estilos musicais nordestinos. O segredo da boa festa está na mistura. E mistura é algo que o “Arraiá do Bem” tem de sobra. E chega de lero-lero e vamos festejar!

 

 

 

Serviço:

Arraiá do Bem

Dia: 13 de junho (sábado)

Hora: das 15h às 21h

Local: Instituto João  Alves Afonso (R. Ipiranga,  70, Laranjeiras)

Atrações musicais (em ordem alfabética): Adriana B (Pernamuco), Dorina (RJ), Flávia Saolli (RJ), Geraldo Amaral (PE), Lúcia Menezes (Ceará), Mariana Mello (RJ), Multibloco (RJ), Nilze Carvalho (RJ), Noca da Portela (RJ), Salatiel D’Camarão (PE) e Tambores de Olokum (RJ)

Ingressos: R$ 20 (antecipado) e R$ 40 (na hora)

Vendas antecipadas na Casa de Francisco de Assis (R. Alice, 308, Laranjeiras. Tels: 2557-0100/2265-9499)

Crianças de até 6 anos não pagam, mas precisam estar acompanhadas pelos pais ou responsáveis

Mais informações:   Christovam Chevalier e Luiz Claudio Almeida 

 
 
 
 
 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.