Ben Affleck censurou ligação de sua família com a escravidão em programa de TV

Ator pediu à produção que omitisse parente que era dono de escravos no programa
 
O ator americano Ben Affleck pediu aos produtores do programa “Finding your Roots”, que rastreia as origens dos famosos convidados, para não revelarem que um de seus antepassados tinha escravos, apontou um e-mail revelado pelo WikiLeaks
 
 
 
Crédito:Reprodução
O e-mail integra uma série de mensagens reveladas após o ciberataque contra a Sony Pictures em 2014 e publicado na última quinta-feira, dia 16 de abril, pelo WikiLeaks. Segundo AFP, na conversa, o diretor-geral da Sony, Michael Lynton, e o professor de Harvard e apresentador da atração, Henry Louis Gates, trocam opiniões sobre a solicitação do ator.
 
 
 
“Este é meu dilema”, escreve Gates. “A título confidencial, pela primeira vez, um de nossos convidados pediu que não fosse mencionada uma informação sobre um de seus antepassados, o fato que teria escravos (…) Nunca antes alguém havia tentado censurar o que havíamos descoberto. Trata-se de uma super estrela. O que faremos?”, questiona.
 
 
 
O diretor-geral da Sony aconselha o apresentador a não veicular a informação por poder comprometer a integridade do ator. Em comunicado, o canal PSB, que transmite o programa, disse que Gates “e seus produtores têm uma pauta editorial independente, para conversar sobre as histórias mais interessantes”.
 
 
 
O ator não é a primeira vítima do ataque hacker da Sony. Em e-mails publicados anteriormente, um diretor descreve a atriz Angelina Jolie como uma “criança mimada com pouco talento”, e em outros podem ser encontrados comentários racistas contra o presidente americano Barack Obama.
 
 
Assista ao vídeo:
 
 
 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.