Ex-BBB Luiz Felipe Bari almeja estreia internacional como DJ

Ele tem como inspiração Alok e Fat Boy Slim
 

WhatsApp Image 2017-11-22 at 15.48.45

Luiz Felipe Bari, que participou do BBB 17, está passo a passo caminhando para seu sucesso profissional e a ter uma imagem consolidada como DJ de música eletrônica. Quase um ano após sua participação no reality da Globo, ele está morando no Rio de Janeiro, onde vem embalando as pistas de algumas badaladas festas da noitada carioca, como o Baile Rush e a Treta, ambas produzidas por Guilherme Acrízio.

 

Para Luiz Felipe, todo DJ almeja se apresentar em outros países e grandes festivais, e ele tem como inspiração o brasileiro Alok e o inglês Fat Boy Slim, entre outros, para alcançar as carrapetas mundo a fora. “Nova York, Miami e Ibiza, todo DJ pensa em tocar fora do Brasil também. Isso seria um reconhecimento incrível do trabalho, e eu busco com um passo de cada vez e muito foco. Alcançamos o sonho quando nos esforçamos, e estou fazendo isso.  Tenho muitas inspirações, tanto no Brasil quanto internacionalmente, e estou sempre estudando para ser ainda melhor”, diz ele, que após fazer um curso de DJ, investiu R$ 7 mil em equipamento: “O bom que o equipamento dura e o investimento a gente consegue tirar com o tempo”.

 

 

Se apresentando quatro vezes ao mês em média, Luiz Felipe, que é apaixonado por Deep House, teve que se adaptar ao ‘estilo carioca’ de animar as pistas e incluiu música pop e funk em seu repertório. “O carioca é bastante empolgado na pista e não pode faltar o funk, eles sempre pedem. Um DJ, por mais que goste de um estilo ou outro, acaba se adaptando sempre. Hoje, ser DJ, representa minha estabilidade profissional e, aos poucos venho conquistando meu lugar, sendo procurado para tocar em alguns cantos, e que quero levar este trabalho para o resto da minha vida”, conta.

 

 

Sonhando com os festivais de música, Luiz Felipe cita o mundialmente conhecido Tomorrowland como seu grande desejo profissional, mas revela também que não descartaria voltar ao Big Brother Brasil, desta vez animando a festa de outros Brothers: “Se eu fosse convidado pelos diretores, certamente eu iria para ser DJ de alguma festa. Adoraria saber qual a sensação de se apresentar lá dentro, sentir aquela nostalgia, e ser visto não só pelos novos moradores, mas também pelo Brasil inteiro”.

 

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.