Gêmeas do ‘BBB 15’ torcem para que a final seja entre Mariza e Adrilles

Andressa e Amanda tiveram a rotina transformada, após a passagem pela casa mais vigiada do país
 

gemeas-bbb-15

 

As duas gatas loiras, Andressa e Amanda, que moram da Taquara, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, e puseram os marmanjos babando na casa do BBB, são estudantes do quarto período de Odontologia, vivem grudadas, e passam a maior parte do tempo juntas. Elas passaram apenas alguns dias na casa mais vigiada do Brasil. Porém, a exposição em rede nacional foi suficiente para alterar a rotina das jovens e surpreender os amigos que não sabiam que elas estariam lá.

 

13mar2015---as-gemeas-andressa-e-amanda-de-20-anos-sao-estudantes-de-odontologia-e-entraram-no-bbb15-para-participar-de-uma-brincadeira-com-os-brothers-1426304836994_500x500

 

As meninas entraram no reallity, na sexta, dia 13, para tentar convencer os brothers de que eram a mesma pessoa, como eles acertaram e não cairam na “pegadinha”a recompensa foi todos estarem no grupo “Tá com Tudo”, ou seja, sem restrição de comida, ao longo desta semana.

 

A primeira a entrar na casa, Andressa, que chegou durante a apresentação de Naldo e Anitta,  em declaração ao site Extra On Line, coluna Tv e Lazer disse que na casa as emoções ficam à flor da pele. “Foi uma loucura total! Quando a gente entrou. Antes, eu torcia para a Amanda, mas depois que estive na casa, eu pude ver realmente como eram cada um. Agora, torço pela Mariza e pelo Adrilles: além do carinho e do acolhimento que eles me deram, lá dentro você pode perceber quem são as pessoas boas de coração”, afirmou.

 

gemeasbbb2

 

Amanda, que entrou no sábado, também falou à publicação. “É incrível a repercussão do programa. Nosso número de seguidores se multiplicou. Recebemos todos os dias muitos pedidos de amizade nas redes sociais, e estamos ganhando muito carinho de todos” – declarou.

 

1a93ba68daa233e38eae4014973302f8

A mais comunicativa, Andressa, disse que nunca havia trocado de lugar com a irmã, nem por brincadeira. E, afirma que aqui fora isso não seria possível, porque os amigos as desmascarariam. “Eu sou mais comunicativa, mais carinhosa. Já a Amanda demora um pouco mais para se soltar. E lá na casa, ela ainda enfrentou a dificuldade de ter que se passar por mim”, declarou.

 

 

 

As jovens acreditam que ficar três meses no confinamento não deve ser uma tarefa fácil. Elas acreditam que não conseguiriam passar todo esse tempo lá dentro. Nos poucos dias em que estiveram na casa do BBB, e em sistema de revezamento, já foi o suficiente para sentirem falta de tudo aqui fora, e principalmente de sentirem a dor da saudade uma da outra. 

 

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.