James Franco de volta a telona em “Tinha Que Ser Ele?”

Nota, 7 - O filme estreia nos cinemas dia 16 de março
 

Por Graça Paes – Nota 7

482137.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

 

Uma história de amor, com pitadas de humor pastelão é como retrato o filme “Tinha que ser ele?”. O enredo gira em torno do romance da estudante universitária Stephanie (Zoey Deutch) e Laierd Mayhew (James Franco), um jovem bilionário. Tudo vai muito bem até que o pai da moça Ned Fleming (Bryan Cranston), decide passar o Natal com a família na Califórnia para rever a filha, Stephanie (Zoey Deutch). Chegando lá, a família é apresentada ao namorado de Steph, Laierd Mayhew (James Franco), que vive um estilo de vida diferente, vamos dizer assim. E, a história engrena quando Ned começa a fazer de tudo para separar a filha do namorado Laird.

 

ab34bd293a56603bbc04d98e18390d7b

 

O filme possui uma fotografia mediana, que poderia ter sido melhor explorada, também tem um roteiro bem básico, já retratado em outras histórias, que como esta, também abordam a temática dos casais que tem problemas com o pai da moça. Até mesmo as atuações deixam a desejar. Aliás, ultimamente, James Franco, parece sempre estar fazendo o mesmo personagem em cena. Um erro grotesco e comum a alguns atores Hollywoodianos. Até o que poderia ser bem interessante, já no final do longa, que é a participação de Gene Simmons e Peter Criss, da banda Kiss, não faz muita diferença, porque, nas cenas em que eles aparecem , ambos estão bem apáticos.

 

 

 

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.