O ator Cláudio Marzo morreu aos 74 anos

Ele estava internado no CTI da Clínica São Vicente, na Gávea, Zona Sul do Rio, e teve uma parada cardíaca
 

claudio-marzo_0 (640x432)

 

Na madrugada deste domingo, dia 22 de março, aos 74 anos, morreu o ator Cláudio Marzo vítima de parada cardíaca. Ele estava internado desde o dia 4 de março no Centro de Terapia Intensiva  da Clínica São Vicente, RJ, por complicações causadas por um enfisema pulmonar. O corpo do ator deve ser cremado.

 

 

 

hqdefault

A família só está aguardando a chegada de Diogo, filho de Cláudio Marzo com a atriz Denise Dumont, que mora na Austrália, para definir os detalhes do  velório e da cremação, A cremação foi um pedido do ato em vida. 

 

 

Em fevereiro de 2015, Cláudio Marzo havia sido internado com um quadro infeccioso, associado à insuficiência renal e a um enfisema descompensado. Em dezembro de 2014, um quadro de arritmia cardíaca e pneumonia o levou à clínica. 

 

 

 

Cláudio deixou três filhos: a atriz Alexandra Marzo, fruto de seu relacionamento com Betty Faria, Diogo, de seu casamento com a atriz Denise Dumont, e Bento, fruto de seu envolvimento com a também atriz Xuxa Lopes.

 

 

 

 

Uma história de sucesso

A última novela de Marzo foi Desejo Proibido (2007). O ator, um dos maiores galãs do início da teledramaturgia nacional, começou sua carreira na televisão em telenovelas na década de 1960. Atuou em quase quatro dezenas de programas do gênero, com destaques para Irmãos Coragem (1970), Saramandaia (1971), Pantanal (1990), Fera Ferida (1993), Cambalacho (1986), A Moreninha (1965), Mulheres Apaixonadas (2003) e A Indomada (1997).

 

 

 

Também marcou presença em mais de 30 filmes, entre eles A Dama da Lotação (1978), Perfume de Gardênia (1992), O Xangô de Baker Street (2001) e O Homem Nu (1997), papel que lhe deu o renomado prêmio de Melhor Ator no Festival de Gramado. Seu último filme foi A Casa da Mãe Joana (2007). O ator também esteve em minisséries como Aquarela do Brasil (2000) e diversos episódios de Você Decide.

 

 

 

Entre tantas produções, o próprio ator destacou Pantanal como sua novela favorita em votação realizada em 2003. Na trama, exibida na extinta TV Manchete, ele vivia o protagonista José Leôncio.

 

 

 

Marzo iniciou sua carreira na Globo aos 25 anos de idade. Ele fez parte do primeiro time de atores contratados pela emissora, em 1965, e foi escalado para a segunda novela das 19h, A Moreninha. Antes, havia trabalhado como figurante na TV Paulista e como ator na TV Tupi. Foi o lendário Velho do Rio da novela Pantanal, na Tv Manchete. Na Globo foram inúmeras novelas. Seu último trabalho na TV foi como o capitão guerra no seriado Guerra e Paz.

 

 

 

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.