Priscilla Habib, a primeira-dama da Mangueira

Uma eterna apaixonada pela verde e rosa
 

Por Graça Paes, RJ

 

2015-789712547-2015020999675.jpg_20150209

(Foto: Agência O Globo)

 

Empresária, advogada, e uma mulher guerreira, palavras que traduzem bem a garra e a personalidade de Priscilla Habib, a primeira-dama da Mangueira, atual campeã do carnaval carioca em 2016. Ela tem a verde e rosa no sangue. E, conta que foi o amor pela escola que também a uniu ao presidente Chiquinho, seu marido, e uma figura marcante na história da agremiação. Muito humilde e simpática, Priscila, gosta de deixar sempre claro que está como primeira-dama, mas independente de hierarquia seu amor pela escola é eterno.

 

(Foto de arquivo pessoal)

(Foto de arquivo pessoal)

 

Como toda mulher de fibra, ela passa o ano inteiro se preparando para o momento do desfile, e ao invés de focar no corpo ou em futilidades, seu foco, ao lado do marido, é a avenida, o “grand finale”. Priscilla se preocupa com os detalhes, com os componentes, gosta de acompanhar tudo o ano todo. Ela é do tipo de primeira-dama que visita o barracão, que participa, que defende o pavilhão.

 

Priscilla e o marido Chiquinho da Mangueira (foto de arquivo pessoal)

Priscilla e o marido Chiquinho da Mangueira (foto de arquivo pessoal)

 

A coluna bateu um papo bem descontraído com ela, antes do desfile, e ela mandou um recado para a escola. “Alô mangueirenses!!! Está chegando a hora. Que façamos um grande e emocionante desfile, com a garra, chão e emoção que temos. Que possamos dar o melhor na Sapucaí, e do começo ao final iremos mostrar o que temos de melhor, o que é ter o sangue verde e rosa correndo nas veias. O trabalho do ano inteiro, a dedicação, preocupação, e tudo o mais que vivemos e convivemos será mostrado na avenida. Avante mangueira! Mangueira 10 nota 10! Cuidado que a mangueira vem aí…  “Eu vou cantar a vida inteira pra sempre mangueira tem que respeitar”, frisou ela. 

 

Apuração das escolas de samba do Rio (Foto de Graça Paes)

Priscilla ao lado do marido e de componentes da escola recebendo o troféu na Sapucaí, RJ (by Graça Paes)

 

Na apuração, nós pudemos acompanhar sua alegria a cada nota dez, que dias antes para ela, já era uma certeza, por toda a dedicação e empenho de todos os componentes da escola durante todo o ano de muito trabalho.  E, após o grito de “é a campeã”, muito emocionada, ela comemorou. “Foi lindo e emocionante! É gratificante ver o trabalho deste tempo todo dando certo, o orgulho do mangueirense está de volta e a escola retorna ao lugar de onde nunca deveria ter saído!”, pontuou. 

 

Chiquinho da Mangueira, Maria Bethania e Priscilla Habbib (foto de arquivo pessoal)

Chiquinho da Mangueira, Maria Bethania e Priscilla Habib (foto de arquivo pessoal)

 

 

 

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.