Combate à dengue em cemitérios

Combate à dengue em cemitérios
 
A Prefeitura do Rio, por intermédio da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos, informa que a Instalação, utilização e manutenção de recipientes, floreiras, vasos, canaletas e reservatórios, caixas d`água descobertas, flores artificiais e similares que retenham e acumulem água estão proibidas nos cemitérios públicos e particulares, tradicionais ou modernizados como parques. Portaria da Coordenadoria de Controle de Cemitérios e Serviços Funerários, vinculada ao órgão municipal, foi divulgada nesta segunda-feira, 12, no Diário Oficial do Município, e visa o combate ao mosquito Aedes Egypt, transmissor da dengue.
 
A proibição nos cemitérios, para evitar a proliferação do mosquito, integra as ações da Prefeitura, que em decreto de 31 de agosto determinou Estado de Alerta contra a Dengue na Cidade do Rio de Janeiro, e da resolução daquela secretaria, em 2 de setembro, com medidas de prevenção à doença.
 
Os administradores dos cemitérios deverão fiscalizar permanentemente essa proibição, obrigando-se à retirada imediata do que estiver em desacordo com a determinação daquela coordenadoria. Caso contrário, estarão sujeitos às sanções previstas no artigo 2º do decreto 9532/90.

Fonte: Prefeitura do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.