Combate à dengue para empresas concessionárias

Combate à dengue para empresas concessionárias
 
A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos, reuniu-se na quinta-feira, dia 8 de setembro, no Centro de Operações Rio, com empresas concessionárias para apresentar medidas preventivas no combate à dengue.
 
O objetivo é envolver todas as concessionárias que atuam na cidade de maneira coordenada nas ações de prevenção à doença. Participam deste esforço concentrado os administradores dos 23 cemitérios da cidade, 15 empresas concessionárias municipais e as concessionárias de serviços públicos que realizam intervenções em vias da cidade.
 
Com relação aos cemitérios, ficou estabelecido que está proibida a instalação de vasos e recipientes que possam acumular água. Os administradores dos cemitérios não podem manter túmulos abertos, nem tampões quebrados e terão obrigação de evitar pontos de retenção de água em suas instalações. Os cemitérios receberão fiscalização permanente das equipes da Vigilância Ambiental em Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde, com apoio de fiscais da Coordenadoria de Controle de Cemitérios e Serviços Funerários, da Secretaria de Conservação.
 
Com relação às concessões municipais, a Prefeitura determinou a criação de brigadas de combate à dengue, na Marina da Glória, Parque Aquático Maria Lenk, Velódromo da Barra, HSBC Arena, Riocentro e Estádio Olímpico João Havelange (Engenhão). Estas instalações também serão fiscalizadas de forma permanente por equipes da Vigilância Ambiental em Saúde. Para a Marina da Glória também foi determinada uma inspeção mandatória a todas as embarcações. Os barcos no mar serão inspecionados no dia 29 de setembro e os barcos em terra no dia 30 de setembro. Para o Engenhão foi determinada uma vistoria extraordinária na próxima terça-feira, dia 13. Especial atenção será dada à drenagem do estacionamento, trechos das arquibancadas com potencial acúmulo de água, marquises dos bancos de reserva e rampas de acesso.Também será vistoriado o antigo galpão da rede ferroviária, ao lado do estádio.
 
Já os quiosques e postos de salvamento da orla estão proibidos de deixar recipientes ou materiais ao relento e o descarte de cocos verdes deverá ser feito exclusivamente em contêineres com tampa.
 
A Comissão Coordenadora de Obras e Reparos em Vias Públicas da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos determinou que as concessionárias que atuam nas vias da cidade, como Light, CEG, CEDAE e empresas de telefonia, não permitam acúmulo de água em suas obras.
 
As determinações da Secretaria de Conservação estão em cumprimento ao decreto publicado pelo prefeito Eduardo Paes na última quinta-feira, dia 01/09, instituindo o estado de alerta na cidade, com ações de combate à proliferação do mosquito da dengue em todo o município.
 
"A Prefeitura está expandindo as ações de combate à dengue para todas as concessionárias que atuam na cidade. Estamos aumentando o cerco ao mosquito transmissor, porém precisamos do apoio e da vigilância da população na luta contra a dengue", disse o secretário de Conservação e Serviços Públicos Carlos Roberto Osorio.

Fonte: Prefeitura do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.