Contagem regressiva para os Jogos Paralímpicos Rio 2016

De 7 a 18 de setembro, mais de 4 mil atletas, de 176 delegações, vão disputar 2.300 medalhas de ouro, prata e bronze em onze dias de competições
 

rio-2016-2-1

 

Em quatorze dias, uma nova chama será acesa no estádio do Maracanã e dará início aos Jogos Paralímpicos Rio 2016. Mas antes de a Chama Paralímpica acender a Pira no Maracanã, no dia 07 de setembro, ela percorrerá, durante sete dias, seis cidades: Brasília, Belém, Natal, Joinville, São Paulo e Rio de Janeiro. Cerca de 700 condutores participarão do revezamento da Tocha Paralímpica, que possui um desenho próprio, com relevos que simulam os pontos altos e baixos da vida de um atleta, além de quatro palavras que representam os valores paralímpicos gravadas em braile: coragem, determinação, inspiração e igualdade.

 

 

Pela primeira vez, o Brasil terá atletas em todas as modalidades nos Jogos Paralímpicos. Serão 278 competidores que tentarão superar a performance dos Jogos de Londres em 2012, quando a delegação brasileira ficou na sétima posição no ranking de medalhas, o melhor desempenho de sua história. Nas premiações deste ano, uma inovação deixou as medalhas mais inclusivas para os atletas paralímpicos. Um guizo colocado no interior delas produzirá um som específico para ouro, prata e bronze.

 

 

As 528 provas serão disputadas em 21 arenas nas quatro regiões olímpicas: Barra da Tijuca, Copacabana, Maracanã e Deodoro. Algumas delas passarão por adaptações para receber as modalidades paralímpicas. É o caso da Arena do Futuro, onde foram disputadas as provas de handebol durante os Jogos Olímpicos e que será a casa do goalball na Paralimpíada.

 

 

O cenário do Rio de Janeiro também será mais uma vez palco de competições. O público poderá ver gratuitamente provas como maratona, ciclismo de estrada, remo e vela nas ruas da cidade e em paisagens como a Lagoa Rodrigo de Freitas e a Marina da Glória.

 

 

Veja abaixo as provas disputadas por regiões paralímpicas:

 

COPACABANA

Atletismo – Forte de Copacabana

Canoagem Velocidade – Estádio da Lagoa

Remo – Estádio da Lagoa

Triatlo – Forte de Copacabana

Vela – Marina da Glória

 

 

MARACANÃ

Atletismo – Estádio Olímpico

Tiro com Arco- Sambódromo

 

 

DEODORO

Esgrima em Cadeira de Rodas – Arena da Juventude

Futebol de 7 – Estádio de Deodoro

Hipismo – Centro Olímpico de Hipismo

Tiro Esportivo – Centro Olímpico de Tiro

 

 

BARRA DA TIJUCA

Basquetebol em Cadeira de Rodas – Arena Carioca 1 e Arena Olímpica do Rio

Bocha- Arena Carioca 2

Ciclismo de Estrada – Pontal

Ciclismo de Pista – Velódromo Olímpico do Rio

Futebol de 5 -Centro Olímpico de Tênis

Goalball  – Arena do Futuro

HalterofilismoRiocentro – Pavilhão 2

Judô – Arena Carioca 3

Natação – Estádio Aquático Olímpico

Rugby em Cadeira de Rodas – Arena Carioca 1

Tênis em Cadeira de Rodas – Centro Olímpico de Tênis

Tênis de MesaRiocentro – Pavilhão 3

Voleibol Sentado – Riocentro – Pavilhão 6

 

 
 

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.