Cooperação tecnológica entre Brasil e Uruguai

Cooperação tecnológica entre Brasil e Uruguai
 
O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), entidade responsável pela coordenação de todas as iniciativas de serviços Internet do País, anuncia a assinatura de um acordo de cooperação tecnológica entre o Brasil e Uruguai nesta quinta-feira, 23 de setembro. 
 
Pelo acordo, os dois países desenvolverão atividades alinhadas ao W3C (Consórcio World Wide Web), que contribuam para o aperfeiçoamento e desenvolvimento do uso de padrões Web na região.
 
O acordo será firmado em Montevidéu pelo diretor Executivo do Comitê Gestor da Internet no Brasil, Hartmut Glaser e pelo diretor Executivo da Agencia para el Desarrollo del Gobierno de Gestión Electrónica y la Sociedad de la Información y del Conocimiento de Uruguay (Agesic), José Clastonik. 
Segundo Glaser, a assinatura “significa um avanço nos processos de cooperação regional para o conhecimento e desenvolvimento de uma Web de melhor qualidade e para todos".
Por este convênio, as duas organizações se comprometem a:
– fomentar e potenciar em conjunto a temática de dados governamentais abertos;
– melhorar a implementação dos sites da web, por meio da difusão, apoio na adoção e fortalecimento de capacidades institucionais no uso dos padrões e boas práticas de acessibilidade à web; 
– habilitar a utilização de ferramentas, formação e processos para realizar um Censo da Web nos domínios .UY;
– potenciar a aplicação de boas práticas de desenvolvimento web de acordo com os padrões W3C por meio da organização conjunta de atividades de divulgação, conscientização e formação.
O Comitê Gestor da Internet no Brasil, por meio do NIC.br e do Escritório brasileiro do W3C, irá compartilhar o seu conhecimento e experiência em projetos como Censo da WEB, publicação de dados na WEB em formato aberto e acessibilidade na WEB.
 
Também participarão da assinatura do termo de cooperação técnica o gerente do W3C Escritório Brasil, Vagner Diniz, e Virgínia Pardo, gerente de normas e standards da AGESIC.

Fonte: Assessoria

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.