Crítica do filme: ‘Talvez uma história de amor’

É possível esquecer um grande amor?
 

Por Graça Paes, RJ (Agência Zapp News)

 

 

 

Com a excelente direção de Rodrigo Bernardo, uma brilhante fotografia e atuações belíssimas, o longa ‘Talvez uma história de amor’ chega aos cinemas com um roteiro agradável e muito bem escrito por Alex Dantas.

 

 

O filme nos mostra a vida de Virgílio, personagem de Mateus Solano, cheio de toques, que numa bela noite, ao chegar em casa, após mais um dia de trabalho na agência de publicidade, liga a secretária eletrônica e ouve um recado perturbador. É uma mensagem de Clara, uma mulher, que lhe comunica o término do relacionamento de ambos.  Virgílio, então, entra em choque e ouve repetidamente a mensagem, buscando algum sentido para a situação, já que ele não sabe quem é a tal Clara, e a partir daí o longa mostra a saga do protagonista em busca de quem é Clara e do que ela representava em sua vida. Já que todos a sua volta sabem quem é a tal mulher, e ele simplesmente não se recorda dela.

 

 

Entre as novidades deste longa, está a atriz, Cynthia Nixon, que ficou conhecida pelo papel de Miranda na franquia Sex and the City.  A atriz interpreta a personagem Toni que é gerente de um museu em Nova York no qual Virgílio aparece em algumas cenas do filme.

 

 

Se prepare para uma brilhante atuação de Mateus Solano e ressalto mais uma vez, para uma fotografia espetacular. O longa tem uma bom equilíbrio entre a comédia e o romance. E, além de Mateus Solano, o elenco ainda conta com  Paulo Vilhena, Bianca Comparato, Totia Meirelles, Nathalia Dill, Juliana Didone, Gero Camilo, Jacqueline Sato, Marco Luque, Dani Calabresa, Flávia Garrafa, Elisa Lucinda, Cláudia Alencar, Gero Camilo, entre outros.

 

 

 

É uma comédia romântica daquelas bem agradáveis de assistir.

A Agência Zapp News já conferiu e nossa nota é 9.5.

 

 

Talvez Uma História de Amor estreia em 14 de junho.

 

 

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.