Decreto inclui celebração do Cais do Valongo como Patrimônio da Humanidade

Em comemoração, dia 9 de julho às 10h terá uma cerimônia de Lavagem do Cais do Valongo, seguida de um abraço simbólico em torno do monumento
 

A celebração do título de Patrimônio Cultural da Humanidade, atribuído ao Cais do Valongo pela UNESCO em 9 de julho do ano passado, entrou para o Calendário Oficial de Eventos e Datas Comemorativas da Cidade do Rio de Janeiro. É o que determina o Decreto nº 44706, assinado pelo prefeito Marcelo Crivella e publicado no Diário Oficial desta sexta, 5 de julho de 2018. A celebração será realizada sempre no segundo sábado do mês de julho, para lembrar o histórico 9 de julho. (Confira a íntegra do decreto no arquivo em anexo.)

 

 

 

Na segunda-feira, dia 9, a titulação da UNESCO completa um ano. Na ocasião, a Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com o Instituto Nacional e Órgão Supremo Sacerdotal da Tradição e Cultura Afro-Brasileira e o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos do Negro (Comdedine), organiza uma celebração alusiva à data. A programação começa às 10h e consiste na Lavagem do Cais do Valongo, seguida de um abraço simbólico em torno do monumento. 

 

 

CAIS DO VALONGO, UM ANO DEPOIS

 

Plano de Gestão em parceria com a UNESCO – O primeiro passo para o cumprimento das metas assumidas pela Prefeitura do Rio e pelo Governo Federal (através do Iphan) junto à UNESCO, quando da titulação do Cais do Valongo como Patrimônio Cultural da Humanidade, já foi dado.  Em 20 de dezembro de 2017, a Secretaria Municipal de Cultura (SMC), representando a Prefeitura do Rio, assinou com a UNESCO – a mesma instituição que concedeu,  em 9 de julho do ano passado, o título de Patrimônio Cultural da Humanidade ao Cais do Valongo – o projeto de “Gestão Compartilhada do Sítio Arqueológico do Cais do Valongo e Concepção de Museu de Território” (vide arquivo anexo). O prazo para a apresentação dos resultados dos estudos é 20 de dezembro de 2019 (48 meses a contar da data de assinatura do acordo de cooperação com a UNESCO).  

 

Primeiro edital Unesco/SMC já começou a formar equipe técnica – Como resultado do trabalho em andamento, a SMC lançou licitação a partir da qual contratou, em 28 de maio último, três técnicos que serão responsáveis pela elaboração da pesquisa e do plano museológico. (Vide edital no site da UNESCO no Brasil, seção Vagas em Projetos – Seleção entre 20 e 27 de abril de 2018 – Perfis: consultor de planejamento físico-territorial, de produção cultural e museólogo – EM ANEXO) Haverá ainda uma segunda licitação, desta vez para contratação de equipe para elaborar o plano de sustentabilidade.

 

O projeto “Gestão Compartilhada do Sítio Arqueológico do Cais do Valongo e Concepção de Museu de Território” visa promover a conservação e a gestão compartilhada do Sítio Arqueológico Cais do Valongo. São três os objetivos principais: propor bases para a gestão compartilhada do Sítio Arqueológico Cais do Valongo; promover a valorização e conservação do conjunto de bens culturais do sítio arqueológico; e desenvolver estratégias de fortalecimento da educação, promoção e difusão do valor universal deste Patrimônio Mundial.

 

O acordo de cooperação foi assinado pela UNESCO, pelo Governo Federal, representado pela Agência Brasileira de Cooperação, e pela Secretaria Municipal de Cultura, representando a Prefeitura do Rio (VIDE ANEXO).  Estes três entes (federal, municipal e internacional) são os responsáveis pela gestão compartilhada. É importante ressaltar que nem a Prefeitura do Rio nem o Governo Federal podem estabelecer critérios e executar ações sem estudos e plano previamente definidos com a participação da UNESCO. 

 

 

 

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.