Descarrilamento de trem em ponte no estado de Washington deixou vários mortos

As informações são da agência Reuters
 
  • Nova York, EUA
Jonathan Allen, Joseph Ax e Gina Cherelus – repórteres da Reuters*
Trem descarrila no estado de Washington, no Noroeste dos Estados Unidos

Divulgação/Polícia Rodoviária dos Estados Unidos/direitos reservados

Um trem de passageiros descarrilou em uma ponte sobre uma autoestrada no estado norte-americano de Washington na segunda-feira (18), deixando várias pessoas mortas, disseram autoridades. Um porta-voz do gabinete do xerife local, Ed Troyer, disse a repórteres que havia várias mortes no acidente com o trem da empresa Amtrak, que caiu parcialmente sobre a estrada. A polícia local informou pelo Twitter que vários motoristas ficaram feridos quando o trem descarrilado atingiu veículos na rodovia Interstate-5 (I-5).

 

O passageiro Chris Karnes disse à emissora local Kiro 7 que passageiros foram forçados a quebrar as janelas do trem para conseguir escapar, já que as portas de emergência não funcionaram corretamente após o descarrilamento. “Tínhamos acabado de passar pela cidade de DuPont e parecia que estávamos fazendo uma curva”, disse Karness. “De repente, sentimos uma batida e ouvimos o barulho e parecia que estávamos descendo uma montanha”.

 

O descarrilamento ocorreu no primeiro dia em que os trens da Amtrak utilizavam uma nova ferrovia entre as cidades de Tacoma e Olympia, como parte de um projeto para reduzir o tempo de viagem, de acordo com informação de outubro do Departamento Estadual de Trânsito.

 

A nova rota coloca os trens ao longo da autoestrada Interstate-5, eliminando um gargalo para trens de passageiros em Tacoma e permitindo que as composições atinjam velocidade de até 127 quilômetros por hora, segundo o departamento.

 

Ainda não está claro se o descarrilamento, que ocorreu em uma época de movimento intenso devido às viagens de fim de ano, tem relação com a nova rota e o novo limite de velocidade.

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.