Dia Mundial sem Carro

Mobilização será dia 22
 

A Prefeitura do Rio anunciou uma série de ações para estimular a população a aderir ao Dia Mundial Sem Carro, que acontece no próximo dia 22. A data é festejada simultaneamente em cidades de todo o mundo para conscientizar as pessoas sobre os danos da emissão de gases do efeito estufa e da importância da utilização de bicicletas e do transporte público de massa. 

No ano passado, o Rio de Janeiro aderiu ao movimento e a melhoria foi significativa, principalmente, no trânsito. Segundo levantamento da CET-Rio houve uma redução média de 27% no tempo de percurso nas vias da cidade, chegando a 59% na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca. 

Para esse ano, a Prefeitura espera uma mobilização ainda maior da população. Dentre as principais iniciativas estão a ampliação da área em que será proibido o estacionamento de carros e motos no Centro da cidade (Quadrilátero Centro); a criação de nove zonas de 30 km/h, permitindo o tráfego de bicicletas e veículos em uma mesma via; a implantação de bicicletários e de ponto para aluguel de bicicletas em frente à estação do metrô do Largo da Carioca; além da realização de diversas atividades culturais, lúdicas, esportivas, educativas e ações de promoção da saúde em diversos pontos da cidade. 

As diversas ações para a campanha foram apresentadas durante entrevista coletiva no Palácio da Cidade, em Botafogo, pelo secretário municipal de Meio Ambiente e vice-prefeito, Carlos Alberto Muniz, pelo subsecretário municipal de Transportes, Rômulo Orrico, e pelo secretário municipal de Conservação e Serviços Públicos, Carlos Roberto Osório.

Para o secretário municipal de Meio Ambiente e vice-prefeito, Carlos Alberto Muniz, o Dia Mundial Sem Carro tem como objetivo fazer com que as pessoas mudem seus hábitos de deslocamento e entendam que existem várias alternativas de transporte: 

– Sentimos um grande apoio popular no ano passado e, ao mesmo tempo, vemos agora a possibilidade de dar uma demonstração ainda maior e mais impactante de que queremos de fazer do Rio uma cidade mais sustentável. Por isso, estamos convocando a população para que cada um dê um pouco de si e reflita em relação à mudança de hábito e passe a entender que essa ação visa melhorar a qualidade de vida, poluir menos a cidade e garantir condições de sustentabilidade – afirmou Muniz, destacando as iniciativas que já estão sendo tomadas pela Prefeitura. 

– A Prefeitura já vem cumprindo o seu papel. Estamos melhorando as condições dos ônibus na cidade, promovendo ações de incentivo ao uso da bicicleta, introduzindo o Bilhete Único, implantando os BRTs e fazendo com que a cidade se humanize e as pessoas mudem seus hábitos, o que é importante também para a organização da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016 – destacou. 

De acordo com o subsecretário municipal de Transportes, Rômulo Orrico, a adesão das empresas de transporte também é fundamental para o sucesso da campanha: 

– Essa é uma demonstração clara de que é possível obter uma cidade mais eficiente. Temos que priorizar o uso inteligente do automóvel e criar oportunidades para o transporte público, o que já está sendo feito. Nesse dia 22, não estaremos proibindo as pessoas de circularem, apenas de estacionar na área central. Contamos ainda com o apoio das operadoras de transporte público que já sem comprometeram em fazer um esforço máximo pra colocar o maior número de veículos da frota nas ruas – disse Orrico, informando que atualmente cerca de 8.500 ônibus circulam na cidade. 

Para o secretário municipal de Conservação e Serviços Públicos, Carlos Roberto Osório, de todas essas iniciativas, o incentivo ao uso das bicicletas é uma das mais importantes: 

– O objetivo é incentivar o uso do transporte alternativo e da bicicleta, além do transporte coletivo de massa. O que a Prefeitura está fazendo é dando mais conforto, segurança e tranquilidade para o motorista optar pela bicicleta que, além de ser utilizada para lazer, pode ser um importante modal de transporte.

As ações

Estacionamento – o Quadrilátero do Centro vai impedir o estacionamento nas principais vias daquele bairro durante todo o dia 22. As vagas do Rio Rotativo e oficiais (destinadas aos órgãos públicos) estarão bloqueadas nas avenidas Presidente Antônio Carlos, 1º de Março e Rio Branco, e em todas as transversais desde a Rua Santa Luzia (em frente à Cinelândia) até a Candelária. A estimativa é de que cerca de 2.100 veículos deixarão de estacionar e circular no Centro neste dia. 

Redução de velocidade – será criada a Zona 30 em mais nove bairros da cidade, que ganharão zonas de 30km/h permanentes para estimular o uso da bicicleta como meio de transporte alternativo e proporcionar uma relação amigável entre motoristas, ciclistas e pedestres. A redução do limite de velocidade será implantada em vias dos bairros Santa Cruz, Campo Grande, Bangu, Anchieta, Del Castilho, Grajaú, Ilha do Governador, Barra da Tijuca/Jacarepaguá e Ipanema. Em 2009, a iniciativa foi aplicada em ruas de Copacabana. 

Atividades de cultura e lazer – No Centro, na Praça Mário Lago (Buraco do Lume), haverá apresentação de música, oficinas de pintura, reciclagem e de educação ambiental. No Grajaú, na Praça Edmundo Rêgo, acontecerão atividades de promoção da saúde e de educação ambiental. E na Praça 1º de Maio, em Bangu, palestras e oficinas serão realizadas por agentes do Centro de Educação Ambiental. 

As ações da Prefeitura no Dia Mundial Sem Carro envolvem as secretarias de Meio Ambiente, Transportes, Ordem Pública, Saúde e Defesa Civil, Educação, Cultura, Esportes e Lazer, e Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida; além da CET-Rio e da Guarda Municipal. A iniciativa conta ainda com a parceria do Governo do Estado.

Fonte: Prefeitura do Rio

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.