Em discurso, Rose de Freitas diz que Câmara precisa resgatar imagem

Na disputa pela presidência da Câmara, Rose de Freitas enfrenta o candidato oficial do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN), Júlio Delgado (PSB-MG) e Chico Alencar (PSOL-RJ)
 

Com um discurso de resgate à imagem do Parlamento, a deputada Rose de Freitas (PMDB-ES) foi a primeira dos quatro candidatos à presidência da Câmara a falar para os colegas. Com sete mandatos, a deputada prometeu, se eleita, colocar em votação a proposta de Orçamento impositivo, além de mudar o critério de distribuição das relatorias de projetos.

 

 

“Esta Casa está procurando encontrar sua verdade. A Casa tem que ter os olhos virados para rua e não para os seus gabinetes. Não podemos ter vergonha de ser deputados”, discursou ela.

 

 

Segundo a deputada, a Câmara precisa construir uma pauta positiva para resgatar sua imagem. “Nós nos acomodamos, mas não podemos trair o sentimento daqueles que votaram em cada um de nós”, disse da tribuna da Casa.

 

 

Mesmo sem contar com o apoio formal de seu partido, Rose de Freitas negou o rótulo de candidata avulsa ou clandestina. “Meu partido não convocou a bancada para que houvesse a disputada sobre candidatos. Muito me perguntaram se você é avulsa, clandestina, dissidente. Não, sou a deputada do PMDB”, disse Rose.

 

 

Na disputa pela presidência da Câmara, Rose de Freitas enfrenta o candidato oficial do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN), Júlio Delgado (PSB-MG) e Chico Alencar (PSOL-RJ).

 

Agência Brasil

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.