Estudantes limpam a Praia do Recreio

Estudantes limpam a Praia do Recreio
 

Uma multidão de crianças vestindo branco tomou conta da Orla do Recreio no sábado (25/9) num mutirão de limpeza. Com sacos de lixo e luvas, cerca de 300 pessoas, entre alunos, pais e professores do Colégio Palas cataram o lixo, conversaram com os banhistas sobre a importância de preservar o meio ambiente, distribuiram sacolinhas de lixo para carro e deram sua contribuição para o programa Clean up the world. O evento deveria ter acontecido no sábado anterior, mas foi adiado em função do mau tempo.
 
É a terceira vez que a escola se mobiliza em torno da ação ecológica: criado pelo Colégio Palas, o projeto Praia Limpa, deu tão certo que a iniciativa foi inserida pelo Instituto Ecológico Aqualung no Clean Up the World. Alunos de todas as idades participaram do evento, supervisionados pela equipe de professores e coordenadores da escola. A professora Cyntia Ramos ficou satisfeita com o resultado
 
 _ "As crianças se envolvem e elas atuam como agentes de conscientização em casa, na rua, entre os amigos e familiares. Eles trabalham com seriedade no projeto", conta.
 
A ação foi acompanhada por membros do projeto Clean Up the World. O lixo recolhido foi catalogado, um a um, pelos alunos. Eduardo Marinho, 12, estava indignado com alguns detritos que encontrou na praia. Em meio a muito cocô de cachorro, coco, isqueiro e canudos, embalagens de alimentos, canudos, preservativos, Eduardo encontrou muitas garrafas plásticas cheias de areia parcialmente – ou totalmente – enterradas, dificeis de serem recolhidas
 
 _"Não faz sentrido encher garrafas plásticas de areia. É um lixo que acaba no fundo do mar e impossível de ser retirado. Isso é muito triste porque significa que muita gente não tem noção do mal que faz à natureza, que é um patrimônio de todos". Eduardo também se surpreendeu com a quantidade de cocos _ "Em um trecho de três quilometros só eu retirei 50 cocos", conta.
 
Criado na Austrália, em 1991, pelo mergulhador Ian Kierman, o Clean up the World envolve 10 milhões de pessoas em 100 países, e conta com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU). As ações envolvem as comunidade, visando sensibilizar governos e setores da sociedade civil quanto as suas responsabilidades para com o meio ambiente, principalmente, na utilização dos recursos com sabedoria, diminuição do lixo e reciclagem.
 

 

Fonte: Assessoria

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.