Forças de segurança ocupam nove favelas no Rio

De acordo com a Polícia Militar, não houve confronto no momento da ocupação
 
A exemplo do que aconteceu na ocupação do Complexo do Alemão, no subúrbio da Leopoldina, no Rio, em novembro passado, as forças de segurança do estado, com auxílio de carros blindados da Marinha iniciaram a ocupação das nove favelas da região que compreende os bairros do Estácio, do Catumbi e de Santa Teresa.
 
De acordo com a Polícia Militar, não houve confronto no momento da ocupação, que conta com 846 homens das polícias Militar, Civil e Federal.
 
Homens do Batalhão de Choque da PM soltaram fogos de artifício que liberam uma fumaça azul para indicar que a ocupação dos morros do Escondidinho, do Fallet e do Fogueteiro foi feita com êxito.
A área de inteligência da Secretaria de Segurança Pública escolheu o domingo porque é o dia que não tem trabalhadores saindo cedo para o emprego e a população dorme até mais tarde.
Na hora da ocupação, pouca gente circulava pelas ruas das comunidades.
 
A Marinha está usando 17 blindados no cerco aos principais acessos às nove favelas que estão sendo ocupadas: Mineira, São Carlos, Fallet, Escondidinho, Fogueteiro, Coroa, Zinco, Querosene e Prazeres.
As pessoas detidas na operação são levadas para o Sambódromo, na rua Marquês de Sapucaí, onde foi montado um centro de triagem.
 
O material apreendido – como armas e drogas – será levado para a sede do Batalhão de Choque da PM, na área central da cidade.
Serão instaladas três unidades de polícia pacificadora (UPPs) nos bairros de Santa Teresa, Catumbi e do Estácio e irão beneficiar cerca de 20 mil moradores.

Fonte: Prefeitura do Rio

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.