Hemorio é parceiro do Facebook em ferramenta de cadastro de doadores

Ação busca aumentar as doações de sangue em todo o Brasil
 

Captar doadores de sangue com um clique. A ação será possível a partir do mês de junho, quando seis serviços de coleta de sangue em todo o Brasil – o Hemorio entre eles – poderão alertar voluntários à doação por meio do Facebook. A rede social lançou uma ferramenta que possibilita a seus usuários se cadastrarem como doadores de sangue e, assim, receber notificações de alerta quando os estoques estiverem baixos ou houver algum evento de coleta próximo.

 

 

– Vivemos a era digital e o Facebook é uma ferramenta que fala com todos os públicos, esperamos que esse apoio se traduza em bolsas de sangue e que consigamos manter nosso hemocentro abastecido. O apoio das instituições e da sociedade é fundamental para que possamos salvar vidas – disse o secretário de Saúde, Sérgio Gama.

 

 

O hemocentro coordenador do Estado do Rio de Janeiro, órgão da Secretaria de Saúde, está ao lado da Fundação Pró-Sangue, de São Paulo, do Hemoce, no Ceará, do Hemopa, no Pará, do Hemosc, de Santa Catarina, e da Fundação Hemocentro de Brasília na empreitada. Por meio um de link, os usuários da rede social informam ao Facebook que são doadores de sangue e autorizam o envio de alertas quando houver campanhas de doação.

 

 

– As redes sociais têm se mostrado um espaço de ativismo importante, em que as pessoas defendem suas causas e promovem ações sociais. Mas percebemos que a maioria das campanhas virtuais de doação de sangue ainda não resulta, efetivamente, em aumento real do número de doadores. Esperamos que, com a oportunidade de encontrar os doadores que já estejam próximos ao serviço de coleta, o número de bolsas aumente – afirmou o diretor geral do Hemorio, Luiz Amorim.

 

 

As convocações começarão no mês de junho. Com recursos disponibilizados em suas páginas na rede social, os hemocentros poderão enviar alertas sobre a baixa nos estoques – que podem ser gerais ou de tipos de sangue específicos – e ainda criar eventos de doação que convoquem os usuários cadastrados que estiverem próximos ao endereço da ação.

 

 

— A ferramenta pode nos ajudar a melhorar ainda mais o resultado de nossas coletas externas – ressaltou Luiz Amorim.

 

 

Entre 2016 e 2017, o Hemorio apresentou o maior aumento na captação de sangue em todo o país, com 10% a mais de bolsas de sangue coletadas. Ao longo do ano passado, foram coletadas mais de 79 mil bolsas, 30% delas em ações realizadas fora da sede do instituto. Ainda assim, a unidade passa por períodos de baixos estoques – como as férias de dezembro e janeiro e o carnaval -, em que campanhas de doação e convocações de doadores se fazem necessárias.

 

 

O Hemorio fica na Rua Frei Caneca, 8, no Centro do Rio de Janeiro, e funciona das 7h às 18h, em todos os dias da semana, inclusive sábados, domingos e feriados.

Captar doadores de sangue com um clique. A ação será possível a partir do mês de junho, quando seis serviços de coleta de sangue em todo o Brasil – o Hemorio entre eles – poderão alertar voluntários à doação por meio do Facebook. A rede social lançou uma ferramenta que possibilita a seus usuários se cadastrarem como doadores de sangue e, assim, receber notificações de alerta quando os estoques estiverem baixos ou houver algum evento de coleta próximo.

– Vivemos a era digital e o Facebook é uma ferramenta que fala com todos os públicos, esperamos que esse apoio se traduza em bolsas de sangue e que consigamos manter nosso hemocentro abastecido. O apoio das instituições e da sociedade é fundamental para que possamos salvar vidas – disse o secretário de Saúde, Sérgio Gama.

O hemocentro coordenador do Estado do Rio de Janeiro, órgão da Secretaria de Saúde, está ao lado da Fundação Pró-Sangue, de São Paulo, do Hemoce, no Ceará, do Hemopa, no Pará, do Hemosc, de Santa Catarina, e da Fundação Hemocentro de Brasília na empreitada. Por meio um de link, os usuários da rede social informam ao Facebook que são doadores de sangue e autorizam o envio de alertas quando houver campanhas de doação.

– As redes sociais têm se mostrado um espaço de ativismo importante, em que as pessoas defendem suas causas e promovem ações sociais. Mas percebemos que a maioria das campanhas virtuais de doação de sangue ainda não resulta, efetivamente, em aumento real do número de doadores. Esperamos que, com a oportunidade de encontrar os doadores que já estejam próximos ao serviço de coleta, o número de bolsas aumente – afirmou o diretor geral do Hemorio, Luiz Amorim.

As convocações começarão no mês de junho. Com recursos disponibilizados em suas páginas na rede social, os hemocentros poderão enviar alertas sobre a baixa nos estoques – que podem ser gerais ou de tipos de sangue específicos – e ainda criar eventos de doação que convoquem os usuários cadastrados que estiverem próximos ao endereço da ação.

— A ferramenta pode nos ajudar a melhorar ainda mais o resultado de nossas coletas externas – ressaltou Luiz Amorim.

Entre 2016 e 2017, o Hemorio apresentou o maior aumento na captação de sangue em todo o país, com 10% a mais de bolsas de sangue coletadas. Ao longo do ano passado, foram coletadas mais de 79 mil bolsas, 30% delas em ações realizadas fora da sede do instituto. Ainda assim, a unidade passa por períodos de baixos estoques – como as férias de dezembro e janeiro e o carnaval -, em que campanhas de doação e convocações de doadores se fazem necessárias.

O Hemorio fica na Rua Frei Caneca, 8, no Centro do Rio de Janeiro, e funciona das 7h às 18h, em todos os dias da semana, inclusive sábados, domingos e feriados.

Dúvidas e outras informações sobre a doação de sangue podem ser obtidas pelo Disque-Sangue, no telefone 0800 282 0708.
 

 

Dúvidas e outras informações sobre a doação de sangue podem ser obtidas pelo Disque-Sangue, no telefone 0800 282 0708.
 

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.