Hotéis em comunidades com UPPs recebem turistas

Preços mais populares e atrações diferenciadas atraem hóspedes
 

 

A taxa de ocupação de albergues localizados em comunidades com UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) para o carnaval se iguala e até supera a de outros hostels espalhados pelo Rio de Janeiro. No Morro da Babilônia, no Leme, Zona Sul do Rio, todos os quartos foram reservados e no Vidigal, também na Zona Sul, as reservas chegam a 95%. Os dados são da Associação de Cama e Café e Albergues do Estado do Rio de Janeiro (Accarj).

 

A movimentação para as Olimpíadas, que acontecem em agosto deste ano, também já começou. No Vidigal House Hostel, 85% dos quartos já estão reservados, enquanto no Babilônia Rio Hostel, a ocupação atingiu 80%.
 

 

Perfil 

– Os turistas procuram diferenciais em albergues de comunidades. O perfil de visitantes tem mudado de acordo com a época do ano, mas no carnaval, atraíamos tanto turistas brasileiros quanto estrangeiros – disse Bianca Lima, sócia do Babilônia Rio Hostel.

 

No Vidigal House Hostel, o número de turistas de estados brasileiros aumentou.

 

– A proporção de hóspedes era de 99% de estrangeiros para 1% de brasileiros. Agora, com a divulgação sobre os benefícios dos hostels para os turistas, os brasileiros representam 50% do público – explicou a proprietária Fernanda Botelho.

 

 

 

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.