Inaugurada 83ª UPA

São Bernardo do Campo
 

MS inaugura 83ª UPA do país em São Bernardo do Campo

É a terceira Unidade de Pronto Atendimento a ser inaugurada na cidade e a 5ª no estado. Investimento será de R$ 16,8 milhões

O Ministério da Saúde ampliou o programa UPA 24 horas na região do ABC paulista com a inauguração da terceira unidade do município de São Bernardo do Campo. A Unidade de Pronto Atendimento da Vila União tem capacidade para atender até nove mil pessoas por mês e vai cobrir uma população de 200 mil habitantes. O MS investiu R$ 2 milhões na construção da UPA, que receberá um custeio mensal de R$ 175 mil. A inauguração da unidade contou com as presenças do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do ministro da Saúde, José Gomes Temporão.

Nesta Unidade de Pronto Atendimento 24h também será implantado um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) – este como parte do programa Brasil Sorridente.

Para o ministro, a ampliação do programa de UPAs no país é muito importante para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde. /Tem gente no Brasil que pensa que, por ter plano de saúde, não precisa do SUS. Todo o povo brasileiro usa o SUS: se utilizar o Samu/192 em caso de acidente, se precisar de um transplante de órgãos, se precisar de um medicamento caro para doença crônica, medicamento para Aids ou uma vacina é o SUS que vai garantir. É muito importante fortalecer esse sistema/, afirmou Temporão.

A UPA 24h da Vila União vai diminuir a demanda de atendimentos de urgência e emergência em outras unidades básicas de saúde de São Bernardo do Campo, principalmente, nos bairros Alvarenga, Jardim das Oliveiras, Jardim das Orquídeas e Jardim Ipê, além da própria vila. “Se chegar uma pessoa aqui com problema grave, vai ser colocada em uma ambulância, vai ser tratada com carinho e vai direto para um hospital, onde vai ter um leito esperando por ela, como todo mundo tem direito/, disse Lula  durante a solenidade de inauguração.

Esta é a terceira UPA de Porte II inaugurada na cidade. Em dezembro de 2009 foi aberta a primeira do total de nove UPAS com recursos já disponíveis – duas de Porte I e sete de Porte II. A UPA da Vila São Pedro funciona desde 2009 e a UPA Demarchi/Batistini foi inaugurada em junho deste ano.

As Unidades de Pronto Atendimento são divididas em três tipos, de acordo com a população da região a ser coberta e a capacidade instalada (área física, número de leitos disponíveis, recursos humanos e capacidade diária de atendimentos médicos).

As UPAs tipo III apresentam estruturas de até 20 leitos e capacidade para atender até 450 pessoas por dia. As do tipo II, com até 12 leitos, recebem até 300 pessoas diariamente, enquanto a do tipo I, com oito leitos, possui potencial para atender até 150 pacientes por dia.

O investimento total do Ministério da Saúde será de R$ 16,8 milhões para a construção e compra de equipamentos de todas as unidades do município. O custeio mensal das nove UPAs será de R$ 1,42 milhão, totalizando uma quantia de R$ 17,1 milhões por ano.

A terceira unidade de São Bernardo é a 83ª a ser inaugurada no país. Ao todo são 432 UPAs que já possuem recursos para as obras, sendo que 111 delas são no estado de São Paulo. O investimento do MS para a construção e aquisição de equipamentos das unidades paulistas é de R$ 200,4 milhões.

ATENDIMENTO INTEGRADO – Os programas UPA 24h e SAMU/192 são serviços integrados que cumprem papel fundamental na redução das filas dos hospitais. Elas inovam ao oferecer estrutura simplificada – com Raio X, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação – para atendimentos em até 24h. Esse modelo começou a ser implantado nacionalmente em 2009. O governo federal destinou R$ 845,8 milhões para as obras das 432 unidades autorizadas em todo o país. Até o fim do ano, serão 500, totalizando mais R$ 1 bilhão de investimento.

OMS DESTACA AVANÇOS DO SUS — Temporão lembrou ainda que, na última quarta-feira (8), a Organização Mundial da Saúde divulgou internacionalmente informe com elogios aos avanços no SUS. /É uma notícia muito importante para nós, brasileiros. O informe chama a atenção para a Estratégia de Saúde da Família, para o fato da mortalidade infantil estar caindo, também de ser o SUS um dos poucos sistemas do mundo que oferece do transplante à vacina, passando por atendimento hospitalar. A OMS elogiou programas criados pelo presidente Lula: o Brasil Sorridente e a Farmácia Popular/, afirmou.
 

 

Fonte: MS

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.