Indenização de vítimas do bonde de Santa Teresa

Indenização de vítimas do bonde de Santa Teresa
 
O Ministério Público (MP) quer a assinatura de um termo de ajustamento de conduta (TAC) com o governo do estado para garantir agilidade no pagamento das indenizações às vítimas do acidente com o bonde de Santa Teresa e às famílias das vítimas. Um das composições descarrilou no sábado (27/9), deixando cinco pessoas mortas e 57 feridas.
 
Na sexta-feira (2/9), houve uma reunião na sede do MP e o secretário estadual de Transportes, Júlio Lopes, que havia sido convidado a participar, não compareceu. A ausência frustrou o promotor Carlos Andresano, que está cuidando do caso. “Nós demos oportunidade para as pessoas falarem e apresentarem as suas razões e os seus motivos, explicarem o ocorrido, inclusive o secretário de Transportes, que infelizmente não compareceu”, lamentou Andressano.
 
O objetivo do promotor é acelerar o processo, para evitar que as indenizações se arrastem por anos na Justiça. “É o mínimo que se pode fazer para minorar esse drama, para que as pessoas sejam ressarcidas de forma adequada. Para evitar que a pessoa tenha que sofrer, pela segunda vez, mais um desgaste. Além do trauma psicológico e da dor, ainda vão ter que passar por todo um processo judicial.”
 
A Secretaria de Transportes foi procurada, mas não enviou resposta sobre o motivo da ausência do secretário na reunião, promovida pelo MP.

Fonte: Agência Brasil

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.