Inscrições para o edital de pontos de leitura

Inscrições para o edital de pontos de leitura
 
Até dia 11 de outubro deste ano, a Secretaria de Estado de Cultura (SEC) estará com inscrições abertas para o Edital de Pontos de Leitura, lançado através de sua Superintendência da Leitura e do Conhecimento. Os projetos devem ser inscritos através do portal Cultura.rj (www.cultura.rj.gov.br), onde estão disponíveis as regras de participação e as fichas a serem preenchidas.
Através desse edital serão selecionadas 100 iniciativas culturais que promovam a leitura, contribuindo para o fomento da prática leitora; democratize o acesso gratuito aos livros, gibis e outros suportes de leitura; incentive o envolvimento e a participação da comunidade na gestão da iniciativa segundo suas próprias necessidades de informação e fruição cultural; fomente a produção, o intercâmbio e a divulgação de informações e ainda estimule a formação de redes sociais e culturais.
Esses projetos vão receber R$ 20.000,00, cada, num total de R$ 2.000.000,00. O valor repassado deverá ser utilizado nos seguintes ítens:
a) Aquisição de acervo (livros e demais publicações e materiais de leitura: revistas, gibis, CDs, DVDs, entre outros); 
b) Apoio às atividades socioculturais e educativas agregadas à leitura (rodas de leituras, oficinas de mediação de leitura e produção de textos, debates, exibição de filmes, entre outros);
c) Aquisição de equipamentos e mobiliário de apoio e suporte às atividades voltadas ao atendimento do usuário (computador, impressora, TV, DVD, aparelho de som, estantes para livros, mesas e cadeiras, pufes, projetor, entre outros);
d) Aquisição de materiais de guarda ou transporte de acervo e de apoio às atividades realizadas de forma itinerante (bicicletas, carrinhos, bolsas, malas, mochilas, entre outros);
e) Investimento em reforma e instalações quando a iniciativa dispuser de espaço físico para realizar suas atividades regularmente.
A quantidade de livros deverá corresponder a pelo menos 70% do acervo adquirido; deve contemplar a produção literária estadual ou regional e ainda ter no mínimo 5% de materiais de leitura em formato acessível (livros em Braille, áudios-livro, livros digitais, entre outros.

Fonte: Governo do Rio

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.