Jornalistas visitam dois legados olímpicos do Rio em mobilidade urbana

Após as visitas, os pofissionais de comunicação conheceram trechos dos dois meios de transporte, viajando de VLT entre as estações Candelária e Cinelândia, onde pegaram o metrô rumo ao RMC, na Cidade Nova
 

2016.08.08-Press-Tour-–-VLT-e-Simuladores-JM-Coelho-10

 

Dez jornalistas credenciados no Rio Media Center (RMC) tiveram, nesta segunda-feira (08/08), a oportunidade de conhecer em detalhes os bastidores de dois legados olímpicos para o Rio de Janeiro: o VLT Carioca e a Linha 4 do Metrô Rio. Em mais um press tour realizado em parceria com a Invepar, os profissionais de mídia visitaram os locais de treinamento dos condutores das duas novidades na mobilidade urbana da cidade e experimentaram a sensação de pilotar os modais em modernos simuladores.

 

 

Ao chegarem no centro administrativo do Metrô Rio, na Avenida Presidente Vargas, no Centro do Rio, os jornalistas receberam informações técnicas sobre a recém-inaugurada Linha 4, conheceram o processo de formação dos condutores do metrô, e participaram de uma viagem simulada entre as estações General Osório, em Ipanema, e Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca. O colombiano Eliberto Bustos foi um dos que “pilotaram” o trem e aprovou a experiência. “É interessante conhecer como as coisas funcionam por dentro e sentir a responsabilidade de conduzir tanta gente”, disse.

 

 

Em seguida, os jornalistas se encaminharam à sede do VLT Carioca, também no Centro da cidade, onde foram recebidos por uma equipe com integrantes da primeira turma de condutores do novo modal. Os participantes do tour tiraram dúvidas e conheceram o projeto que, até 2017, terá 28 quilômetros de trilhos, interligando a Região Portuária e o Centro, fazendo a conexão com outros meios de transporte em interligações com a Rodoviária Novo Rio, a Central do Brasil, barcas, navios, o Aeroporto Santos Dumont, BRTs, ônibus convencionais e o teleférico da Providência.

 

 

Os participantes também aproveitaram para sentir a sensação de pilotar o VLT em um simulador com visão de 180 graus. O repórter congolês Ensaie Mbamba disse considerar o Veículo Leve sobre Trilhos uma solução para as grandes cidades: “Foi bem legal participar da simulação. É bom ver lugares como o Rio apostando em novas tecnologias para diminuir a importância dos carros. É uma mudança de cultura que trará muitos ganhos”.

 

 

O jornalista Carlos Masello elogiou a formação dos condutores e o planejamento de novas formas de transporte: “Fiquei impressionado com o profissionalismo e a exigência em relação a esses trabalhadores, que têm tanta responsabilidade ao carregar milhares de pessoas todos os dias”.

 

 

 

 

 
 

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.