Judô brasileiro embarca para campeonato

Mundial Juvenil
 

Os judocas da seleção juvenil já embarcam neste domingo (2) fazendo história. A equipe viaja para Budapeste, na Hungria, onde disputa a partir de quinta-feira (6) a primeira edição do Campeonato Mundial Juvenil (Sub 17). O evento será classificatório para os Jogos Olímpicos da Juventude, em 2010. O embarque do Brasil será às 21h35min (TAM) no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP).

A seleção brasileira é formada por judocas de cinco estados diferentes: Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraíba e Piauí. Antônio Silva (-50kg), Mike Chibana (-55kg), Matheus Garcia (-60kg), Ricardo Serrão (-73kg), Henrique Silva (-81kg), Delan Monte (-90kg), Bianca Lima (-40kg), Gabriela Chibana (-44kg), Nathalia Castelan (-48kg), Flávia Gomes (-57kg), Fernanda Peinado (-63kg), Tainá Nery (-70kg) e Samanta Soares (+70kg).

Antes do embarque a equipe fez três dias de treinamento intensivo em São Paulo.

“A expectativa é muito grande para o Mundial. Claro que existe uma ansiedade, principalmente pelos grandes resultados que o judô brasileiro vem conquistando nos últimos tempos. Tenho certeza que quando as adversárias perceberem que vão lutar contra uma brasileira, vão ter mais respeito", diz Fernanda Peinado, da categoria até 63kg.

A judoca, bicampeã pan-americana, acredita que o país pode medalhar no Mundial.

"Sinto que temos totais condições de conquistar vitórias importantes e subir ao pódio. Somos um grupo muito unido e esta reta final de treinamento serviu para lapidar o que trabalhamos até aqui", afirma Fernanda.

Para Flávia Gomes (-57kg), a pressão de ser reconhecida como uma brasileira da mesma categoria da medalhista olímpica Ketleyn Quadros e da campeã mundial júnior Rafaela Silva não é um problema.

"Estou um pouco nervosa por se tratar de um mundial e ter a responsabilidade de fazer parte do primeiro grupo que disputará o torneio. Sei que existe esta expectativa dos outros países com relação ao judô brasileiro, mas acredito que estamos treinados e podemos ir bem no Mundial. É uma experiência única e estou muito feliz", afirma Flávia.

A delegação será chefiada pelo coordenador de categorias de base da Confederação Brasileira de Judô, Luiz Romariz, com assessoria técnica de Kenji Saito. Os treinadores serão Fúlvio Miyata (masculino) e Andrea Berti (feminino). Gustavo Braga irá como fisioterapeuta da seleção brasileira, enquanto Chuno Mesquita representará o país na arbitragem

Fonte: Media Guide

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.