Lula decide próximos passos em reunião com PT

Lula decide próximos passos em reunião com PT
 

O líder do PT, senador Aloizio Mercadante (SP), disse no fim da noite desta quarta-feira (1º), ao sair de reunião na casa do presidente do Senado, José Sarney, que seu partido só vai definir a sua posição relativamente à situação de Sarney depois de conversar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que chegou nesta quarta à noite a Brasília depois de viagem oficial à Líbia. A reunião deve ocorrer já nesta quinta-feira (2), disse ainda Mercadante.
Perguntado se o partido trabalharia pela permanência de Sarney na presidência, o líder do PT no Senado disse que essa seria a possibilidade “mais provável”.
Mercadante informou também que o presidente do Senado disse aceitar a institucionalização do colégio de líderes e a criação de uma comissão suprapartidária de senadores para gerir a crise. Sarney, entretanto, de acordo com Mercadante, reiterou que não aceita se licenciar. De manhã, os senadores do PT tinham se reunido com Sarney e propuseram a ele que se licenciasse do cargo por 30 dias. Naquela ocasião, o presidente afirmou que não estaria disposto a aceitar a sugestão.
As propostas de institucionalização do colégio de líderes e de criação de uma comissão de senadores foram levadas a Sarney pelo PSDB na última terça-feira (30). A comissão teria como objetivo apresentar soluções administrativas para a crise do Senado e buscar a punição dos culpados pelas possíveis irregularidades. A escolha dos senadores integrantes da comissão caberia à Mesa.
Com a bancada no Senado dividida, será do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a palavra final sobre a posição do PT em relação ao apoio ou não ao afastamento do senador José Sarney (PMDB-AP) do cargo de presidente do Senado.
A resposta do PT, se apoia ou não a ideia de licença de Sarney da presidência, é fundamental para a permanência do peemedebista no comando da Casa. Quatro partidos (PSDB, DEM,PDT e P-SOL), que somam 35 dos 81 senadores, se declararam oficialmente a favor da saída temporária de Sarney do cargo até que as investigações sobre as irregularidades na instituição sejam concluídas.

Fonte: Agência Rio

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.