Mais de 60% das obras de saneamento contratadas pelo PAC 2 foram executadas

Apenas na Região Nordeste, foram concluídas a construção de duas barragens e de seis adutoras como a Adutora do Algodão, na Bahia, e um dos trechos da obra do Eixão das Águas, no Ceará
 

Mais de 60% das obras de saneamento básico contratadas pelo Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2) já foram executadas. A previsão do governo é gastar R$ 24,8 bilhões em mais de 3,4 mil empreendimentos que vão beneficiar quase 8 milhões de famílias no país quando as obras estiverem totalmente concluídas.

 

Os dados foram divulgados hoje (22) pelo governo durante a apresentação do 6° balanço do PAC 2. Ministros de várias áreas vão detalhar o andamento dos projetos ainda pela manhã.

 

Os investimentos do PAC ainda preveem a conclusão de 494 obras de drenagem e 151 projetos de contenção de encostas dentro do pacote de prevenção em áreas de risco. Os empreendimentos começaram a ser selecionados em 2007.

 

No ano passado, foram selecionados mais de 138 empreendimentos de drenagem. Nas ações de drenagem há 212 projetos previstos, totalizando R$ 5,2 bilhões. Quase metade (49%) desses empreendimentos foi executada.

 

Na área de garantia hídrica, que tem foco maior na Região Nordeste, os investimentos feitos até agora conseguiram ampliar em mais de mil quilômetros os canais e as redes adutoras de atendimento à população da região. Os projetos também incluíram a construção de barragens que aumentaram a capacidade de armazenamento de água nas cidades nordestinas em quase 90 milhões de metros cúbicos.

 

Apenas na Região Nordeste, foram concluídas a construção de duas barragens e de seis adutoras como a Adutora do Algodão, na Bahia, e um dos trechos da obra do Eixão das Águas, no Ceará.

0 comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.