Minha casa, minha vida com 10 mil cadastrados

Grande procura
 

A Comissão de Habitação da Assembleia Legislativa do Rio já registrou cerca de 10 mil pessoas no programa "Minha Casa, Minha Vida", do Governo federal. Iniciado em 29 de junho deste ano, o serviço de orientação e cadastramento percorreu alguns pontos da cidade do Rio de Janeiro, como Central do Brasil, Palácio Tirandentes e Cinelândia, onde fica até esta sexta-feira (24/07). Os cadastros foram feitos pelo serviço móvel, na sala da comissão e pela internet. 
 
Segundo o presidente da Comissão de Habitação, deputado Alessandro Calazans (PMN), inicialmente, a intenção é chegar a 30 mil cadastros até o final do ano, mas com a grande procura nos primeiros 20 dias de funcionamento do serviço, a expectativa é de que este número seja ainda maior. Para ele, isso é resultado de uma grande demanda que existe na esfera habitacional do Estado do Rio de Janeiro. "Ao mesmo tempo em que comemoramos o sucesso inicial do programa de cadastramento, que superou nossas expectativas, vemos a grande demanda habitacional que existe no Rio de Janeiro. É importante que o programa "Minha Casa, Minha Vida" seja redimensionado para tentar atender todos os cadastros que vem sendo feitos", disse o deputado. 
 
O atendimento para cadastramento no programa pode ser feito no prédio administrativo da Alerj, na Rua da Alfândega, 8, Centro do Rio, onde há atendentes qualificados para efetuar a inscrição; no site (www.alerj.rj.gov.br/habitacao), e no atendimento itinerante feito em uma van que percorrerá todo o estado. A van, que esta semana encontra-se na Cinelândia, estará na semana que vem, de 27/07 a 31/07, em frente ao Palácio Tiradentes, sede da Alerj. O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. A Comissão conta também com um serviço de telefone gratuito, o Disque Habitação (0800 282 8891), disponibilizado para dar orientação sobre o programa "Minha Casa, Minha Vida". Para fazer o cadastro é necessário estar com o documento de identidade e CPF. 

 

Fonte: Alerj

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.