Noite de premiação do Rio Fantastik Festival 2018 reúne cineastas, atores e produtores no RJ

O encerramento da terceira edição do evento também contou com a presença do presidente da Ancine, Christian de Castro
 

Troféu Cramulhão

 

A terceira edição do Rio Fantastik Festival 2018 foi realizada de 15 a 23 de novembrocom a exibição de 6 curtas-metragens e 12 longasno Cine Joia, Em Copacabana, na cidade do Rio de Janeiro.  O Festival reúne filmes e curta metragens, nacionais e co-produções, dos gêneros Fantástico, Terror/Horror e Suspense. 

 

Mario Abbade, Neville D’Almeida e Christian de Castro

 

A noite de premiação foi realizada no Café Corcovado, no Cosme Velho, na Zona Sul do Rio de Janeiro. 

 

A atriz Luciana Paes

 

Graça Paes e o ator Roberto Rowntree

 

A atriz Lorena-Castanheira com o diretor Alex Levy-Heller

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os Premiados da noite, pelo Júri oficial formado pela atriz Alessandra Verney, o diretor Hsu Chien e o roteirista Rodrigo Lages foram:

 

CATEGORIA LONGA METRAGEM

Melhor Longa-metragem: “A sombra do pai”, de Gabriela Amaral Almeida (Troféu Cramulhão)

Diretor Longa-metragem: Gabriela Amaral Almeida por “A sombra do pai”  (Troféu Cramulhão)  

Atriz: Fabíula Nascimento por “Morto não fala”   (Troféu Cramulhão)  

Ator: Julio Machado por “A sombra do pai”   (Troféu Cramulhão)  

Menção Honrosa para a Fotografia de “O barco”, de Petrus Cariry

 

 

Wesley Gondim

 

 

CATEGORIA CURTA METRAGEM

Melhor Curta-metragem: “Para minha Gata Mieze”, de Wesley Gondim

Diretor Curta-metragem: Armando Fonseca, Raphael Borghi por “A última cova”

 

 

CATEGORIA VOTO POPULAR
Longa-metragem: “Christabel”, de Alex Levy-Heller
Curta-metragem: “Lilith”, de Edem Ortegal

 

 

Juri da critica

 

Os Premiados da noite, pelo Júri da crítica formado pelo integrantes da Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro  – ACCRJ,  Ana Rodrigues, Bruno Giacobbo, Francisco Carbone, Graça Paes e Zeca Seabra foram:

 

CATEGORIA LONGA METRAGEM

Melhor Longa-metragem: “A sombra do pai”, de Gabriela Amaral Almeida

Diretor Longa-metragem: Dennison Ramalho por “Morto não fala”

 

A Atriz Clarissa Pinheiro representando toda a equipe de Mata Negra

 

 

 

 

 

 

MENÇÃO HONROSA

Menção Honrosa Fotografia de Longa Metragem para o filme  “Los Silencios”, de Beatriz Seigner

Menção Honrosa para Efeitos e Maquiagem o filme “Mata negra”, de Rodrigo Aragão

 

 

CATEGORIA CURTA METRAGEM  
Melhor Curta metragem: “Para minha Gata Mieze”, de Wesley Gondim
Melhor Diretor Curta-metragem: Edem Ortegal por “Lilith”

 

A homenagem especial do evento foi para o cineasta Ivan Cardoso, na noite de abertura. 

 

 

FOTOS DE DANIEL PINHEIRO/AG.NEWS

 

0 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.