Prefeitura inicia operação especial de ordenamento do trânsito para a volta às aulas

A operação do dia contou com 60 agentes, entre agentes da SMTR, CET-Rio e guardas municipais. O objetivo da ação foi orientar os motoristas para garantir a fluidez do trânsito.
 

 

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes com a CET-Rio e a Guarda Municipal, deu início nesta segunda-feira, dia 18, à operação Volta às Aulas, que visa ordenar o trânsito em frente aos estabelecimentos de ensino que geram maior impacto no trânsito, reduzindo as retenções no fluxo de veículos.

 

 

A operação do dia contou com 60 agentes, entre agentes da SMTR, CET-Rio e guardas municipais. O objetivo da ação foi orientar os motoristas para garantir a fluidez do trânsito. Tradicionalmente, os principais problemas identificados em frente às unidades de ensino são estacionamento irregular e parada em fila dupla.

 

 

 

Apesar do foco na orientação, na ação de hoje foram aplicadas 12 multas a motoristas que se recusaram a atender as solicitações dos agentes de trânsito. Os locais com a maior quantidade de multas aplicadas foram os entornos das escolas Corcovado e Britânica, em Botafogo, e São Vicente de Paulo, no Cosme Velho, ambos na Zona Sul do Rio. A operação especial será realizada durante toda a semana. A partir do dia 27, a Prefeitura fará um balanço do trabalho com avaliação da situação de cada unidade de ensino. A partir dai poderão ser feitas exigências pela prefeitura no que se refere à logística das escolas e mesmo a orientação para contratação de orientadores de trânsito onde for necessário.

 

 

 

“A Prefeitura esta determinada a desatar alguns nós crônicos no trânsito da cidade. As escolas e, principalmente os pais de alunos, precisam estar atentos a esta questão. Temos recomendado a utilização do transporte escolar no qual um veículo pode substituir até 30 carros particulares na porta dos estabelecimentos. Nosso objetivo é orientar, mas não vamos hesitar em multar aqueles que não respeitarem as leis de trânsito”, disse o secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osorio.

 

 

Subprefeitura do Rio

0 comentários