PLANTÃO BARRA: Ginastas recebem apoio publicitário de empresa de energia

Os atletas desempregados do Flamengo: Diego e Dani Hypolito, Jade Barbosa, Sérgio Sasaki, Petrix Barbosa e Caio Souza e o técnico Renato Araújo vão realizar campanhas internas na empresa
 

Por Graça Paes, RJ

 

Os atletas com os executivos de Furnas

 

Na manhã de terça-feira, dia 26 de março, os ex-ginastas do Flamengo Daniele e Diego HypolitoJade Barbosa, Sérgio Sasaki, Petrix Barbosa e Caio Souza e o técnico Renato Araújo reuniram a imprensa no auditório da sede de Furnas, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, para anunciar o apoio publicitário da empresa de geração e transmissão de energia Furnas, subsidiária da Eletrobrás, com os atletas. A parceria é válida, inicialmente, por dez meses, e prevê peças publicitárias e campanhas internas com a presença dos atletas, além do uso de suas imagens. Os atletas ainda receberam a visita dos paralímpicos que também tem apoio de Furnas.

 

Atletas olimpicos e paralimpicos apoiados por Furnas

 

Os atletas ficaram radiantes com a notícia, pois terão mais recursos para aplicar em seus treinamentos. “Furnas teve um grande carinho com a gente. É um contrato de imagem. Eles estão tendo esse cuidado com os ginastas. Hoje é o anúncio oficial. É super importante porque estão valorizando pessoas que representam o Brasil, que já fizeram muito e que ainda tem muito a fazer. Eles estão pegando isso para mostrar que fazemos a diferença e podemos fazer mais”, declarou Daniele, que apesar de estar enfrentando todos esses problemas foi selecionada novamente para a seleção brasileira de ginástica e ainda não tem local definido para treinar.

 

Daniele Hypolito na coletiva

 

Um dos responsáveis pelas negociações com Furnas, o empresário Bruno Chateaubriand ficou feliz com o desfecho. Para ele, a história dos ginastas levou a empresa a querer usar a imagem deles para suas campanhas. Bruno falou também que a inclusão de Renato Araújo no acordo foi um pedido seu. “Eles foram contratados para fazer, nos próximos dez meses, peças publicitárias, campanhas para Furnas. Não é patrocínio. Foi contrato para ser garoto-propaganda de campanha. Todos eles demonstraram que são capazes para o esporte brasileiro. Todos eles têm uma história. É a função que eles cumprem. A história do Renato Araújo com os meninos é muito bacana. Pedi que a gente pudesse incluí-lo nisso – relatou.

 

 

Dani Hypolito, Bruno Chateaubriand e Diego Hypolito

 

Além disso, Bruno Chateaubriand ainda comentou a possibilidade das meninas terem uma nova treinadora. Trata-se de Susan Manjack, comandante da seleção de ginástica do Canadá, quinta colocada nas Olimpíadas de Londres, em 2012, que também deve ser anunciada como garota-propaganda de Furnas. “Susan Manjack foi treinadora da equipe do Canadá nas últimas Olimpíadas. Ela está no Brasil e estamos conversando para que ela treine as meninas, né? Estou fechando o contrato de Furnas para ela. Tem muitas conversas em relação a locais de treino também, mas na ginástica você precisa ter uma estrutura específica. Isso está sendo analisado. Muitas pessoas têm entrado em contato para eles ficarem no Rio de Janeiro, que é a capital olímpica, e estamos analisando – concluiu.

 

Petrix Barbosa

 

O ginasta Petrix Barbosa falou do fato dele e de Jade Barbosa não terem patrocinadores e das dificuldades que estão enfrentando para continuar na ginástica. Petrix é um atleta dos atletas que teve seu talento reconhecido , após o Pan 2007, onde teve um excelente desempenho, e foi até eleito “muso do pan” pelas meninas. O rapaz tem até vários fã-clubes espalhados pelo Brasil.

 

Caio Souza com a medalha que conquistou na Alemanha

 

Outro que chegou recentemente a equipe de ginástica, e que também foi demitido do Flamengo, é Caio Souza. Apesar do corte e das dificuldades para treinar, ele conquistou a medalha de bronze na etapa de Cottbus da Copa do Mundo de Ginástica Artística, no domingo, dia 24, na Alemanha. Ele fechou a prova de salto com 14.512 pontos.

 

 

Os atletas Daniele e Diego Hypolito, Jade Barbosa, Sérgio Sasaki, Petrix Barbosa e Caio Souza, assim como o técnico Renato Araújo estão desempregados desde o dia 5 de março. Quando, a nova gestão do Flamengo, alegou que os gastos com os esportes olímpicos eram muito altos.

 

Diego na coletiva

 

Para Diego Hypolito só o fato da equipe estar junta e com o técnico neste projeto já é uma grande vitória. O atleta luta muito para manter a equipe unida, após a saída do Flamengo, e disse na coletiva que aguarda propostas de clubes, empresas e até mesmo de universidades que disponibilizem um local de treinamento para os atletas que estão treinando com a  ajuda do COB em São Paulo. 

 

Sergio Sasaki, Diego Hypolito e Caio Souza com os atletas paralimpicos

 

No momento os atletas masculinos estão treinando no Ginásio do Clube Pinheiros, em São Paulo, já as meninas ainda estão em negociação sobre o local de treinamento, cuja a localidade mais provável será Curitiba.

 

Fotos Graça Paes

 

0 comentários