PLANTÃO BARRA: Voluntárias por vocação

As estudantes trabalham prestando informações aos peregrinos
 

Monique e Carolina são cariocas, católicas e voluntárias. Estes poderiam ser os único pontos em comum entre elas, mas ambas têm a necessidade de fazer algo em prol de sua religião, a qual ressalta ser uma vocação, segundo Monique Carvalho, uma das jovens que trabalham no posto de informação da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), do Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

 

As voluntárias Monique Carvalho e Carolina Almeida no posto de informações do Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca

 

Monique, que tem 21 anos e é estudante do 7º período de Engenharia de Materiais, diz que pensou em trocar de lugar para ser voluntária, por imaginar que perderia boa parte da Jornada. “No início eu achei um pouco estranho ficar aqui, mas o contato com pessoas é muito grande e foi algo que rapidamente me cativou. Acabei me acostumando com essa rotina e, sem saber, foi o local que mais poderia me proporcionar um contato direto com outras culturas. Já conheço gente do mundo todo.”

 

No caso de Carolina Almeida, 23 anos e estudante do 7º período de Direito, foram os estudos em Teologia que a motivaram a participar. “Algum tempo que leio sobre o assunto e, além disso, gosto de participar das atividades da igreja. A verdadeira função do católico é essa doação, e poder ajudar as pessoas me faz muito bem.”

 

Carolina conta ainda sua impressão sobre o evento. “A minha expectativa sempre foram as melhores. A cidade está bem acolhedora. Essa oportunidade de conhecer gente de diferentes nacionalidades em tão pouco tempo é uma experiência única. Tem momentos que até sem ter o conhecimento completo do idioma você consegue se comunicar pelos gestos. É sempre um aprendizado muito válido e diferente.”

 

Lembranças dos peregrinos que passam pelo Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca. (Foto: Wanderson Awlis)

 

As estudantes trabalham das 6h a meio-dia desde o dia 20 de julho na ra rotina de atender os peregrinos com informações sobre a cidade. E, apesar do horário, ambas aproveitam o tempo livre na parte da tarde para conhecer algumas outras atividades da Jornada, como a Feira Vocacional e os eventos em Copacabana.

 

Fotos: Wanderson Awlis (Portal AIB News)

0 comentários